As cidades da Região dos Lagos têm sido muito procuradas por turistas para as celebrações de fim de ano. Em Arraial do Cabo, segunda cidade mais procurada na Costa do Sol, de acordo com a Auto Viação 1001, não tem sido diferente. Mesmo sem shows musicais durante o Réveillon, as belezas naturais, em conjunto da queima de fogos em três pontos diferentes do município, acumularam cerca de 250 mil visitantes circulando pela cidade durante o período, segundo a prefeitura.

Conforme divulgado pelo prefeito Marcelo Magno (PL), os artefatos para show pirotécnico serão posicionados na Praia Grande, no Morro da Vigia, devendo durar em torno de 13 minutos; em Monte Alto e Figueira, sendo o foguetório às margens da Lagoa de Araruama, com duração de aproximadamente 10 minutos.

E para quem decidiu ‘turistar’ pelo município, é bom ter paciência e pedir motorista de aplicativo. Ainda segundo a estimativa feita pela prefeitura, a taxa de ocupação dos hotéis e pousadas é de 95%, quantidade que está acima da média do interior do Estado, que é de  91,25%. Esses números elevados refletem no movimento da cidade. Com ruas e praias lotadas, os estacionamentos estão chegando a R$50,00, o que deixa alguns visitantes indignados. Luiza Penalva, moradora da região que resolveu passear pelo município, é um deles.

Píer da Praia dos Anjos | Imagem: Luiza Penalva

A jovem, que foi à cidade fazer um passeio de barco, encontrou o píer da Praia dos Anjos lotado. “Está um verdadeiro Carnaval. A cidade está lotadíssima”, define. Além disso, também pontua que, ao chegar às praias, mal se podia ver areia, de tantas pessoas. Ainda relatou problemas, principalmente na Praia do Pontal, onde barcos ficavam parados à beira do mar, o que é proibido. “Não dava para mergulhar, senão você era atropelado por um barco”, denuncia.

Turistas ainda estão chegando

Mas a lotação não é apenas dentro do município. Na RJ-124, de acordo com um levantamento feito pela concessionária ViaLagos, entre esta quarta (29) e sexta-feira (31), a estimativa é de 138 mil veículos chegando à Região dos Lagos, fora os que já vieram anteriormente. Desde o dia 23 de dezembro, calcula-se que, em média, 168 mil meios de transportes já passaram pela estrada.

Para comportar toda a demanda, a Auto Viação 1001 precisou implementar 1.000 horários extras até a próxima quarta-feira (4). Conforme nota enviada para o Portal RC24h, aguarda-se um aumento de 15% no fluxo de passageiros.

Fora os visitantes que chegam “pelos ares”, no Aeroporto Internacional de Cabo Frio. No último sábado (27), o município recebeu o primeiro voo da temporada de verão, vindo do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Entre os passageiros, paulistas, paulistanos e turistas de outros estados do país.

As viagens advindas de Guarulhos irão até o dia 7 de março. Para a alta temporada, entre dezembro e março, estão previstos mais de 600 voos – incluindo as rotas de Congonhas, que começou a ser operada dia 21, e a tradicional rota de Confins, ambos da Azul. O aeroporto também vai receber voos provenientes de Belo Horizonte, sendo viagens diárias de 16 a 31/12 – com aviões de capacidades entre 70, 118 ou 165 pessoas.

Mesmo com a alta no movimento, vale lembrar que é necessário se cuidar, pois a pandemia ainda não chegou ao fim. A nova variante Ômicron segue rondando na Região dos Lagos. Em Cabo Frio, município bem próximo, há um paciente com suspeita de ter contraído a nova variante Ômicron. Segundo a prefeitura, se trata de um homem de 31 anos, morador da cidade, que teria viajado para São Paulo e testou positivo ao retornar.

Portanto, mesmo com a animação, é importante se precaver, sempre utilizando máscaras e respeitando o distanciamento social.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui