Prefeito defende ampliação em shopping de Cabo Frio e ex-secretário rebate: ‘local já foi impactado’

Zé Bonifácio cita novas lojas e abertura de vagas de trabalho como motivo favorável às obras e que parte da vegetação nativa foi preservada. Juarez Lopes disse que visitou a área do estacionamento: "Não tem mais mangue nenhum, já foi aterrado. Já fizeram o crime que tinham que fazer"

747

Em vídeo que foi divulgado nesta quinta-feira (21), o prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT) fala sobre a polêmica envolvendo as obras de ampliação da área do estacionamento do Shopping Park Lagos e seus impactos ambientais. Na terça-feira (19), inclusive, o Ministério Público Federal (MPF) convocou uma audiência pública, marcada para o dia 12 de agosto no município cabo-friense, para debater sobre o assunto. Mesmo assim, Zé afirma que informações falsas estão sendo veiculadas.

Segundo o chefe do executivo cabo-friense, a ampliação já estaria prevista no projeto do shopping e que seis áreas de vegetação nativa foram preservadas. “Durante meses, técnicos da secretaria de Meio Ambiente e da secretaria de Desenvolvimento Urbano analisaram o pedido do licenciamento e o aprovaram, preservando seis áreas de vegetação nativa”, afirma o prefeito.

O shopping Park Lagos, que já conta com mais de 38 mil metros quadrados de área construída e cerca de 100 mil metros quadrados de área total, está buscando ampliar o espaço do estacionamento em mais 11 mil metros e mais de 359 vagas no local. As controvérsias acontecem, justamente, por estar inserido em uma área de proteção ambiental.

Segundo o prefeito, porém, essa ampliação consta no plano de expansão do shopping. Além disso, ele cita a construção de novas lojas e abertura de vagas de trabalho como um motivo para ser favorável às obras – por ser algo que vai reverberar em emprego para a população.

“Essa expansão é prevista para ser concluída antes do próximo verão. Qualquer medida protelatória para o início das obras irá comprometer o emprego de 250 jovens e chefes de família”, diz ele.

EX-SECRETÁRIO DE MEIO AMBIENTE TEM OUTRA OPINIÃO SOBRE O ASSUNTO

O ex-secretário de Meio Ambiente de Cabo Frio, Juarez Lopes afirma que o abalo no local já está feito e não tem mais o que fazer. Agora, em sua opinião, o que resta é esperar pela Medida Compensatória, que tem por objetivo reparar os impactos ambientais causados pelos empreendimentos.

“A gente visitou a área do estacionamento e está tudo impactado. Não tem mais mangue nenhum, já foi aterrado. O impacto que tinha que causar na área do estacionamento já está feito. Já fizeram o crime que tinham que fazer”, disse Juarez.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui