InícioRegião dos LagosCabo FrioPrefeito de Cabo Frio afirma que não é o momento de lockdown,...

Prefeito de Cabo Frio afirma que não é o momento de lockdown, mas adianta novas medidas restritivas

Com 100% dos leitos de UTI destinados ao Covid-19 ocupados, a prefeitura de Cabo Frio esteve reunida com o Gabinete de Soluções neste sábado (13) para definir novas medidas restritivas no enfrentamento da disseminação do vírus. Em entrevista exclusiva ao Portal RC24h, o prefeito José Bonifácio adiantou algumas dessas decisões que serão adotadas no Decreto Municipal previsto para ser publicado ainda nesta segunda (15).

Bonifácio afirmou que nesse momento não vai adotar lockdown no município, mas vai aumentar as restrições nas praias, bares e restaurantes e na entrada da cidade. “Medidas drásticas só serão tomadas se essas não funcionarem”, afirmou o prefeito.

Uma das sugestões dadas durante a reunião do Gabinete de Soluções foi de proibir totalmente o acesso às praias do município, mas a ideia de Zé é de restringir o uso de cadeira, mesa e guarda-sol na faixa de areia. A medida valerá tanto para os ambulantes, que poderão continuar trabalhando, mas sem oferecer a opção, quanto para o turista, que também não poderá levar os itens para a praia. Com isso, a intenção é que os banhistas permaneçam menos tempo no local, evitando aglomerações. Ele adiantou também que a prática de atividades físicas continuará liberada.

O funcionamento de bares e restaurantes continuará autorizado, mas com uma nova restrição de horário, que seguirá o decreto do governo do estado, encerrando as atividades às 23h.

Zé afirmou também o retorno das barreiras sanitárias, que vão fiscalizar principalmente a entrada de ônibus e vans de excursão, táxis, carros com reboque e trailers.

Para aumentar a fiscalização dessas medidas, um comitê executivo foi criado com a participação de seis membros do governo, entre eles, a Secretaria de Meio Ambiente, Ordem e Postura, Guarda Municipal, Secretaria de Mobilidade Urbana e Secretaria de Saúde, sob o comando de Juarez Lopes.

Uma nova reunião será realizada ainda nesta segunda-feira (15) para definir e oficializar por meio de Decreto, as decisões.

 

Remanejamento de respiradores

Durante a reunião com o Gabinete de Soluções, ficou decidido o remanejamento de oito respiradores e seis camas fawler que estavam sem uso no Hospital Municipal de Tamoios para outras unidades de saúde.

A transferência foi realizada na noite desse sábado (13) e uma fake news, afirmando que o hospital estava sendo saqueado, circulou pela internet, mas Prefeitura emitiu uma nota esclarecendo que os itens estavam sendo transferidos para o Hospital do Jardim Esperança, que é a unidade de referência no atendimento clínico de pacientes da Covid-19 na cidade desde o fechamento do hospital de campanha e para a UPA de Tamoios.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde reiterou que "de acordo com o aumento da ocupação dos leitos convencionais e dos leitos de unidade de tratamento intensivo, e da impossibilidade técnico-estrutural  de abertura atual do Hospital de Tamoios, emergencialmente as estruturas serão instaladas no Jardim Esperança em virtude da posição logística privilegiada, que permite o atendimento central, ao segundo distrito e às demais regiões cabo-frienses".

Na manhã deste domingo (14), o prefeito José Bonifácio realizou uma visita na UPA de Tamoios e transmitiu em tempo real nas redes sociais. Ele destacou que os respiradores tinham sido alugados pela prefeitura e estavam parados no Hospital de Tamoios e a melhor solução foi o remanejamento do equipamento para melhor atender a população, visto o esgotamento das vagas voltadas para pacientes com coronavírus.

 

Leitos 100% ocupados

Cabo Frio atingiu 100% de ocupação nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19 neste sábado (13). De acordo com os números divulgados em boletim pela Prefeitura neste domingo (14), a rede privada está com lotação máxima. No Hospital Santa Izabel, o leito disponível para o município tem paciente internado, assim como os sete privados. Os dez leitos disponíveis de enfermaria da unidade particular também estão lotados. A Clinerp nao divulgou os números.

Já na rede pública, o número de leitos na UTI neste domingo é de 19, com a criação das novas vagas. As Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cabo Frio, no bairro Parque Burle e de Tamoios, estão com as duas vagas lotadas. O Hospital Municipal São José Operário (HMSJO), no bairro São Cristóvão, está com a taxa de ocupação em 20%, com quatro, das cinco vagas livres e, o Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos, no Jardim Esperança, segue com 80% dos leitos ocupados, ou seja, há apenas duas vagas disponíveis.

 

 

 

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content