InícioDestaquePM que atirou em casal em Rio das Ostras é preso por...

PM que atirou em casal em Rio das Ostras é preso por duplo homicídio tentado e irá a júri popular

Carlos Hidelbrando Machado foi preso por volta das 6h30 deste sábado (4), em sua casa, no bairro Extensão Serramar, em Rio das Ostras

Agentes da Polícia Civil e da Corregedoria da Polícia Militar (PM) cumpriram um mandado de prisão preventiva contra o cabo da PM Carlos Hidelbrando Machado, o Mancha, que bateu em um carro e atirou em dois amigos em Rio das Ostras, no dia 9 de outubro desde ano.

Mancha foi preso por volta das 6h30 deste sábado (4), em sua casa, no bairro Extensão Serramar, no mesmo município onde cometeu o crime. O mandado foi expedido pela 2ª Vara do município.

O policial era lotado no 25º Batalhão de Polícia Militar e trabalhava no Departamento de Polícia Ostensiva de Unamar, em Cabo Frio.

Pouco após o crime, ele foi afastado do cargo. O pedido de prisão do cabo da PM foi feito pelo titular da 128ª Delegacia Policial de Rio das Ostras, Dr. Ronaldo Cavalcante, que o indiciou por tentativa de duplo homicídio qualificado, após a conclusão do inquérito.

A qualificação do crime se deu por motivo fútil e impossibilidade de defesa das vítimas. Carlos Hidelbrando vai responder perante tribunal do júri.

O fato dele ser um militar não muda em nada porque não foi um crime militar, foi um crime comum. Ele vai responder como um qualquer do povo“, afirmou o delegado Ronaldo Cavalcante.

Mancha foi apresentado na sede da 128ª DP e encaminhado para a Central de Flagrantes de Macaé, na 123ª DP, onde o mandado de prisão foi cumprido.

Ele será levado ainda neste sábado para a Unidade Prisional da Polícia Militar, no bairro Fonseca, em Niterói.

Entenda o caso

O casal de amigos July Victória Ferreira de Lima e Mailton Freitas Joya, foram baleados pelo PM, o dia 9 de outubro, no bairro Cidade Praiana, em Rio das Ostras.

De acordo com a Polícia Civil, testemunhas afirmaram que o policial estava embriagado e bateu no carro de uma das vítimas. Carlos Hidelbrando Machado teria saído de uma festa momentos antes do crime.

De acordo com o delegado titular da 128ª DP, Dr. Ronaldo Cavalcante, Mancha bateu no carro de July, que estava saindo de uma garagem na Avenida Beira Valão, dando início a um bate-boca.

Mailton, que estava dentro de casa, saiu para ver o que estava acontecendo e acabou discutindo com o militar. Ainda conforme Cavalcante, Mancha sacou a arma e disparou contra os dois, que estavam de costas sem ter como se defender.

Mailton foi atingido por três tiros, um na altura do abdômen, um nas costas e um no braço. Já July foi atingida na perna. Eles foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no bairro Âncora.

Na ocasião, Mailton precisou ser transferido para uma unidade hospitalar particular de Macaé, onde passou por cirurgia. July foi atendida e liberada. O PM fugiu.

*com informações de O Dia.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content