InícioRegião dos LagosCabo Frio'Pastor do Bitcoin' fala sobre fim de atividades, relata ameaças e diz...

‘Pastor do Bitcoin’ fala sobre fim de atividades, relata ameaças e diz que caiu em golpe

'Quando nossa empresa emitiu uma nota dizendo que havia encerrado as atividades, um consultor perseguiu uma funcionária nossa alegando que se nos encontrasse ele ia nos matar e nos picar todo', disse Jonas Silva, dono da Eagle Eyes

O dono da empresa de investimentos Eagle Eyes, pastor Jonas Gomes da Silva, conhecido como “Pastor do bitcoin”, disse em um vídeo enviado aos investidores o motivo do desaparecimento dele após encerrar as atividades da empresa sediada em Cabo Frio. O pastor diz, ainda, que foi vítima de um golpe aplicado pela “Rainha das Operações”.

No vídeo, Jonas alega que não se pronunciou anteriormente porque estava recebendo ameaças e diz que continua sendo ameaçado por conta do fim das atividades.

“Quando nossa empresa emitiu uma nota dizendo que havia encerrado as atividades, um consultor perseguiu uma funcionária nossa alegando que se nos encontrasse ele ia nos matar e nos picar todo”, disse o pastor.

O motivo do encerramento da empresa, em setembro deste ano, segundo o pastor, foi porque os investidores começaram a pedir o dinheiro de volta e deixaram de fazer novos investimentos, depois que diversas empresas na cidade se tornaram alvos de investigações que ganharam destaque nos noticiários.

“Eles [os clientes] também pararam de fazer os seus investimentos e a gente parou de enviar recursos para nossa trader, nossa sócia Bianca dos Passos Silva, a famosa ‘Rainha das Operações. Foi quando nós descobrimos que nós caímos em um golpe. Na verdade, Bianca nunca operou o nosso dinheiro, mas nos rentabilizava com nosso próprio capital que enviávamos para ela. Quando nós paramos de enviar o capital, ela parou de nos rentabilizar vindo com uma desculpa de que enviou todo nosso caixa para o criptoativo e que o criptoativo congelou. Ou seja, ela disse pra mim que nós perdemos todo o nosso dinheiro. Então eu descobri que eu caí em um grande golpe”, diz pastor Jonas no vídeo.

Em nota, a defesa de Bianca dos Passos Silva, citada por Jonas como sócia da empresa, afirmou que as acusações são infundadas e que Bianca nunca pertenceu ao quadro societário da Eagle Eyes. Ainda segundo nota, Bianca prestou serviços como operadora para a empresa por apenas dois meses e também é uma das vítimas de Jonas.

A defesa afirmou que Bianca está tomando as “devidas medidas legais penais e civis para a proteção da sua reputação”.

Empresa vira alvo de investidores

A Eagle Eyes captava clientes com a promessa de entregar até 30% ao mês no capital investido. Após o anúncio de encerramento do negócio, no dia 29 de setembro, um grupo de moradores colocou fogo em um restaurante que pertencia a Silva, localizado no bairro Jardim Esperança, em Cabo Frio.

A cidade ganhou o apelido de “Novo Egito” devido ao grande número de pirâmides financeiras disfarçadas de empresas de investimento que usam criptomoedas, como o bitcoin, com isca.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content