Pais e responsáveis protestam contra adiamento da volta as aulas presenciais em Búzios

Manifestantes reclamam também do atraso dos kits alimentação e da falta de pagamento da verba do Fundeb aos profissionais da educação

418

Insatisfeitos com o adiamento do retorno das aulas presenciais nas escolas públicas do município, pais e responsáveis realizaram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (7) em Armação dos Búzios. O protesto aconteceu na frente da sede da Prefeitura e reuniu dezenas de pessoas.

Além das críticas ao retorno das atividades, que começaram apenas de forma remota já nesta segunda-feira, os manifestantes reclamaram também do atraso na entrega dos kits alimentação, da falta de pagamento da verba do Fundeb aos profissionais da Educação, entre outros.

Em entrevista exclusiva ao Portal RC24h para a coluna Boca Miúda, o prefeito Alexandre Martins (REP) reunido com a secretária de Educação, Carla Natalia, e o secretário de Saúde, Leonidas Heringer, falou sobre o retorno das aulas presenciais.

De acordo com o prefeito, Carla convocou o encontro para definir o melhor cenário do retorno das atividades presenciais. Contudo, Leonidas advertiu sobre o quadro epidemiológico do município. Os dados mostram o avanço medonho da COVID-19 neste começo de 2022. Janeiro atingiu um pico de casos 300% maior que no pior momento da Pandemia no ano passado. Teve dia com atendimento a mais de mil pessoas contaminadas com a doença.

Embora os dados já indiquem uma tendência de queda, é prudente, seguindo recomendação do Ministério da Saúde, aguardar 14 dias para avaliar a situação. Como, na prática, isso levaria até próximo do Carnaval, houve o consenso na reunião que as atividades presenciais sejam retomadas apenas no dia 7 de março. Porém, os alunos já devem ter atividades on-line em fevereiro.

O secretário de Saúde explicou que Búzios fez uma opção pela segurança sanitária, uma vez que o município é responsável pelo ensino fundamental e as crianças só começaram a ser vacinadas recentemente.

Outra novidade é que o ano letivo na cidade vai contar com duas novas unidades educacionais: uma creche na Ferradura e uma nova escola de ensino fundamental no bairro São José.

*Imagens Folha de Búzios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui