Mulher que tirou fotos nua em delegacia de Iguaba é companheira de policial civil

As imagens que viralizaram na internet, em setembro do ano passado, fariam parte de um sonho da moça, que disse ter fetiche de praticar relações sexuais em repartições públicas

1869

O procedimento instaurado pela Corregedoria Geral da Polícia Civil (CGPOL) do Rio constatou que a mulher que fez fotos nuas no interior da 129ª DP (Iguaba Grande), é companheira de um inspetor da corporação lotado na unidade. As imagens que viralizaram na internet, em setembro do ano passado, fariam parte de um sonho da moça, que disse ter fetiche de praticar relações sexuais em repartições públicas. O policial segue afastado das suas funções.

De acordo com as investigações, o casal teria esperado por um horário de menor movimento durante o turno em que o policial estava de plantão na distrital para tirar as fotos. Uma das imagens mostram a mulher totalmente despida saindo de uma viatura estacionada na porta da 129ª DP. Em seguida, ela também aparece subindo uma escada na delegacia.

Ainda segundo o procedimento, as fotos vazaram porque os dois as encaminharam para um grupo de WhatsApp de swing (troca de casais) do qual fazem parte e alguém as compartilhou em outras conversas pelo aplicativo. Em algumas horas, as imagens viralizaram nas redes sociais, o que serviu de base para instauração da sindicância pela Corregedoria Geral da Polícia Civil (CGPOL) do Rio.

Até o momento, cinco pessoas já foram ouvidas pela corporação. O celular do policial foi entregue ao Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), onde passa por uma perícia com autorização judicial.

Fonte: Jornal Extra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui