InícioRegião dos LagosCabo FrioIdosos de Cabo Frio falam da emoção de se vacinar

Idosos de Cabo Frio falam da emoção de se vacinar

Nesta quarta-feira (3), Cabo Frio deu início à vacinação contra a Covid-19 em idosos de 85 a 89 anos. A imunização ocorreu de 10 às 15h. Porém, no primeiro distrito, uma longa fila para o esquema 'drive-thru' já se formava logo no início da manhã, na Avenida Quatro Estações, no bairro Portinho.

Com o Brasil atingindo recordes diários de óbitos cada vez maiores (nas últimas 24h foram 1.726), a longa fila de idosos que se formou nos diversos polos de vacinação no início desta manhã, para a imunização contra a Covid-19, é um reflexo da ansiedade que muitos têm de terem suas vidas garantidas, a liberdade de volta e o direito de ir e vir em segurança.

Situações como quarentenas tendem a despertar sentimentos como solidão, estresse, ansiedade, tristeza e depressão. Para os idosos, grupo considerado de maior risco, ficar em casa e manter o distanciamento social tornou-se uma das maiores batalhas diárias.

Para quem não tem carro, o polo de vacinação será na Escola Municipal Professor Edilson Duarte, no Jardim Caiçara. O Portal RC24h foi até lá conferir e conversar com alguns idosos, seguindo todas as medidas de segurança e distanciamento.

Já vacinado, o Sr. Carlos afirma que não só ele, mas também seus filhos e netos estavam ansiosos por sua imunização. Muito empolgado, ele definiu o momento como ‘uma felicidade imensa’.

Apesar de chegarem bem antes do horário previsto para a vacinação, até mesmo com cadeiras de praia, muitos idosos negam a ansiedade para receber a vacina. O Sr Manoel Borges conta ter aguardado com normalidade, de acordo com as orientações dadas. Para aqueles que não querem tomar a vacina, ele afirma que essas pessoas estão prejudicando a si mesmo, pois a vacina ‘é o que nos protege’ e ‘devemos ficar gratos’, declarou.

O Sr. Odavi também nega ansiedade pela espera da imunização, pois ‘sabia que a vacina chegaria aqui’. Ao ser perguntado se dormiu bem, em tom descontraído ele assume ter ficando ansioso apenas para esperar a hora de se levantar para se vacinar.

Mandando um recado aos idosos que não querem vacinar, Odavi aconselha que outros idosos procurem os órgãos públicos para obterem informações corretas, pois existem vários tipos de vacina, mas que todas são importantes contra o ‘maldito vírus’.

Com o posto cheio e com fila desde as primeiras horas desta manhã, a vacinação começou antes do horário previsto, com o objetivo de diminuir a aglomeração. Para se vacinar é necessário apresentar CPF ou Cartão Nacional do SUS; documento com foto; comprovante de residência.

 

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content