Exposição reúne mais de 500 produtos artesanais em São Pedro da Aldeia

“Artes da Aldeia” busca valorizar o artesanato local e impulsionar a geração de renda para os artesãos da cidade; entrada é gratuita

313

A exposição “Artes da Aldeia” já está aberta à visitação, na Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos, em São Pedro da Aldeia. Lá, os visitantes podem conferir de perto uma variedade de produtos, como roupas, souvenirs, bijuterias, plantas decorativas e artigos para o lar, confeccionados por artesãos locais.

Com o objetivo de valorizar o artesanato local e impulsionar a geração de renda para os artesãos da cidade, mais de 500 peças foram colocadas em exibição no espaço e podem ser adquiridas a preços a partir de R$ 2,00. A entrada é gratuita, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. 

“Estamos muito felizes em abrir a Casa da Cultura para os nossos talentos do artesanato e contribuir para fomentar o trabalho desses artesãos e artesãs. Temos aqui em exposição peças únicas, confeccionadas à mão, extremamente ricas em detalhes, como os mosaicos, os bordados e as artes em telha. A exposição está lindíssima, vale a pena prestigiar”, destacou o secretário de Cultura, Thiago Marques. 

Para a exposição, foram convidados os artesãos inscritos no Cadastro Municipal de Cultura, que reúne representantes de todos os segmentos culturais da cidade, como a artesã, instrutora de artesanato e reciclóloga Mary Cunha, do bairro São João. Especialista em reaproveitamento de materiais há seis anos, a artesã trouxe peças feitas a partir de telhas, caixas de ovos, garrafas e potes de vidro – muitas delas inspiradas nas praias e na paisagem natural aldeense. 

“A minha proposta é aliar o artesanato à sustentabilidade, transformando em arte objetos que virariam lixo, seriam descartados e poderiam poluir o meio ambiente. Fico muito emocionada em fazer parte dessa exposição e por ver o apoio e o reconhecimento que a Cultura vem dando a nós, artesãos. É uma excelente iniciativa para mostrar os muitos talentos escondidos na nossa cidade, especialmente os artesãos da periferia”, destacou Mary. 

Na exposição, podem ser encontrados produtos feitos a partir das mais diversas técnicas artesanais, como crochê, bordado, mosaico, decoupage, pintura em tecido, biscuit, arte em cerâmica, vidro, plástico e em madeira.

Para quem deseja levar para casa uma lembrança da cidade, há opções de souvenirs, além de enfeites; bijuterias; utilitários domésticos; roupas do infantil ao adulto; itens de decoração, cama, mesa e banho; chaveiros; bolsas; nécessaires; bonecas de pano; cadernetas; caixas; espelhos e porta-trecos. 

Na última semana, a exposição contou com a visita especial de pacientes em tratamento no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e moradores da Residência Terapêutica, equipamento da Secretaria de Saúde de São Pedro da Aldeia.

“Esses pacientes são pessoas que tiveram uma permanência muito longa em hospital psiquiátrico e alguns deles perderam o vínculo familiar. O nosso objetivo em trazê-los aqui foi justamente para estimular o convívio social, que é tão importante no tratamento deles e que já faz parte da rotina da Residência, mas também proporcionar lazer e um passeio cultural pelo artesanato da cidade. A exposição está linda e eles adoraram”, destacou Rosinete Ramalho uma das cuidadoras que acompanhou o grupo durante a visitação. 

A Casa da Cultura fica localizada na Avenida Francisco Coelho Pereira, nº 255, no Centro da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui