InícioDestaqueEstado cogita implantar pedágio na Rodovia Amaral Peixoto

Estado cogita implantar pedágio na Rodovia Amaral Peixoto

Equipe visita municípios da região para discutir proposta de concessão da RJ-106, que vai de Maricá a Macaé

O Governo do Estado está em estudos para formar uma proposta de concessão da RJ-106, a Rodovia Amaral Peixoto. Em outras palavras, pode ter pedágio novo na via que vai de Maricá a Macaé.

Nesta quinta-feira (9), conforme publicado na coluna Boca Miúda, o prefeito de Iguaba Grande, Vantoil Martins (CID), recebeu uma equipe formada por membros da subsecretaria de Concessões e Parcerias do Governo do Estado, um consultor do BNDES e representantes de uma empresa de consultoria de engenharia.

O Portal RC24h entrou em contato com o governo estadual para saber qual o planejamento exato para a via, mas a secretaria Estadual de Planejamento e Gestão se limitou a dizer que “o encontro serviu para alinhamento de aspectos técnicos e troca de informações que servirão como base para o estudo que ainda será desenvolvido pelo BNDES para a rodovia”.

A previsão para a entrega desse estudo é janeiro de 2022. Até o momento, já foram realizadas reuniões também com Rio das Ostras, Macaé e Maricá. Cabo Frio e Búzios receberam as equipes nesta sexta (10), segundo o Governo do Estado.

Municípios que também são cortados pela RJ-106, Saquarema, Araruama e São Pedro da Aldeia ainda não constam na agenda da equipe, mas já estão sendo planejadas visitas a eles.

Caso o projeto se concretize, dependendo do ponto em que a praça de pedágio seja colocada, vai se tornar ainda mais custosa a visita de moradores do Rio, por exemplo, à Região dos Lagos.

Atualmente, os moradores da capital já devem desembolsar R$4,90 no pedágio da Ponte Rio-Niterói e, caso usem a RJ-124, a ViaLagos, devem pagar uma taxa salgada, que varia de R$14,70 a R$24,50, dependendo do dia e horário.

Preocupação à vista

O prefeito iguabense disse ao Portal RC24h que “todos os investimentos que visam aquecer os setores da economia, voltados para estradas que melhoram a nossa região, são muito bem vindos”. Mas ponderou que “há, sim, a preocupação da cobrança de pedágios Rodovia Amaral Peixoto”.

O prefeito de Búzios, Alexandre Martins (REP), também opinou e disse se tratar de uma questão preocupante.

“O turista já paga caro no pedágio da ViaLagos, acho que é um momento complicado. E se fizerem isso em ano de eleição será muito ruim”, avaliou Alexandre.

Os motoristas também estão apreensivos com a possível novidade. O taxista Josemário Moreira, mais conhecido como Baiano do Táxi, classificou a possibilidade como “mais um absurdo para os taxistas”.

O profissional do transporte reforçou que a situação já está difícil com aumento de tudo de modo geral, que já tem a ViaLagos, 2º pedágio mais caro do Brasil, e lamentou que, caso instalem o pedágio, vão ter que aumentar o custo da viagem.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content