InícioBoca MiúdaBOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA SEXTA-FEIRA...

BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA SEXTA-FEIRA (7)

Vantoil Martins apresenta parceria de peso para alavancar renda no município e a produção de sextavados a todo vapor; Zé Bonifácio quer moeda do Itajuru começando pelo Manoel Corrêa; Marcelo Magno visita comandante do 25º BPM; Alexandre Martins percorre bairro e determina mutirão; Fábio do Pastel de olho na limpeza do canal; Vereadores de Araruama homenageiam figuras da cidade; Freixo visita Fabiano Horta ... E muito mais!

PARCERIA DESENVOLVIMENTISTA

Estive em Iguaba Grande nesta sexta-feira (7), a convite do prefeito Vantoil Martins (CID). Na oportunidade, ele me apresentou o empresário Damião Lopes, proprietário da Campo e Mar, empreendedor dos mais destacados da região, que está construindo loteamentos em Iguaba, São Pedro da Aldeia e Araruama. Somente no município iguabense ele está tocando três condomínios, entre eles o Campo e Mar. O grupo chega pavimentando ruas, fazendo drenagem e iluminação pública. Depois de ter passado um período de governos anteriores criando dificuldades, o empresário encontrou em Vantoil Martins um governo sério para viabilizar a aprovação dos projetos. Com isso, novos bairros estão “brotando”, literalmente, na cidade, com projetos que valem a pena para quem sonha com a casa própria. O mais curioso é que Damião é tão arrojado, que a empreiteira dele consegue construir uma casa em menos de cinco dias, acreditam? Segundo o empresário, apenas no mês passado, cerca de 120 casas foram negociadas por lá. Resumindo, é mais emprego, renda e impostos na cidade, num período em que as prefeituras tanto precisam arrecadar e diminuir a desigualdade, principalmente agora na pandemia. Uma parceria que tem dado certo levando desenvolvimento ao município.

SEXTAVADOS A TODO VAPOR

Aproveitando minha passagem por Iguaba, o prefeito Vantoil Martins e o vereador Paulo Rito (CID) me levaram à fábrica de sextavados da Prefeitura. Vantoil explicou que, no início, quando decidiu comprar o maquinário, teve gente na cidade ridicularizando ele, dizendo “é assim que vai pavimentar a cidade? De dois em dois?”. Pois bem, a fábrica é um sucesso e hoje a produtividade aumentou: são feitos até 1.650 unidades por dia e ele está muito otimista de que até o final do mandato dele consiga pavimentar, se não todas, boa parte das ruas do município. E tem mais. Embora o momento seja de dificuldade, Vantoil disse que está debruçado sobre as contas da Prefeitura para ver se consegue comprar uma outra máquina e reforçar a confecção desses sextavados. O que chama a atenção é que, conversando com o prefeito de Iguaba ele sabe exatamente, na ponta da língua quantos blocos são necessários para pavimentar o metro quadrado, quanto gasta de drenagem, mão de obra, etc. No levantamento que ele me apresentou, pavimentar uma rua com sextavado chega a ser 800% mais barato em comparação com a massa asfáltica. Tudo na ponta do lápis e mantendo a economicidade. É aquele ditado, “de grão em grão a galinha enche o papo”. Isso explica muito do equilíbrio fiscal que Iguaba conquistou nos últimos dois anos.

MANOEL CORRÊA E MOEDA ITAJURU

O prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT) deu prazo de 30 dias para que a secretaria de Governo ou a de Assistência Social elaborem o projeto referente à moeda social Itajuru, que foi apresentada em reunião nesta quinta (6), para que ele encaminhe à Câmara. O prefeito quer implantá-la o mais rápido possível e inclusive já tem agenda marcada com o prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), no início de junho, para trocar essa experiência. Conversando com o secretário de Governo, Aquiles Barreto, e com a permissão do prefeito, ele disse que o pontapé inicial será no bairro Manoel Corrêa, onde os moradores de lá poderão comprar apenas no próprio bairro. Mas Zé garantiu que quer o benefício possa ser utilizado em toda Cabo Frio até o final de seu mandato. A moeda vai funcionar nos moldes da “Mumbuca” de Maricá, onde a população recebe um cartão com crédito para ser utilizado nos mercados locais. A propósito, o cadastro será no CadÚnico e só poderá ser usado na compra de alimentos e material de construção.

RECURSOS PARA O PARQUE DO MICO-LEÃO DOURADO

Falando em Zé Bonifácio, conversei com ele por telefone, e ele me contou que estava no Rio, passou o dia inteiro lá “e tomou muita chuva”. Esteve com o secretário estadual de Meio Ambiente, Thiago Pampolha, a quem entregou três projetos para o Parque do Mico-Leão Dourado. A ideia é que o Fundo estadual de Meio Ambiente possa transferir recursos para o fundo municipal, ou seja, de fundo para fundo, evitando a demora pela burocracia. Os projetos preveem melhorias na infraestrutura da sede do parque, viveiro de plantas com espécies nativas e o cercamento de todo o parque, bem como a sinalização.

FLEXIBILIZANDO

No dia que o boletim da COVID de Cabo Frio anuncia que já são 521 óbitos pela doença na cidade, a prefeitura publica um novo decreto que flexibiliza o horário limite de funcionamento de bares e restaurantes, de 22h para 23h. Outras questões que chamaram a atenção foram a liberação de casas de festas com lotação de 50% e as casas de veraneio. A pressão para que Zé fizesse essas concessões era enorme. Agora é rezar para que a população tenha responsabilidade com essas novas medidas menos restritivas.

GUARDA ARMADA É A SOLUÇÃO?

Nesta semana assistimos, chocados, à tragédia numa creche do interior de Santa Catarina, onde um rapaz matou três crianças e duas professoras e, nesta quinta (7) a uma quase segunda tragédia em Cabo Frio, onde a Polícia Civil conseguiu evitar um atentado a escola por um adolescente de 15 anos. O debate chegou ao legislativo cabo-friense, onde o vereador Vanderson Bento (PTB), disse estar muito preocupado com esse aumento da violência e por isso fez uma solicitação de urgência. “Precisamos de vigilantes armados nas escolas, para combater essas situações. Cuidar das nossas crianças sempre vai ser a nossa prioridade em qualquer situação”, disse ele. Por outro lado, será que colocar segurança resolve essa situação? Quem levanta essa reflexão é o vereador Davi Souza (PDT): Acredito que a solução passe muito mais pelo fortalecimento de políticas públicas de saúde mental do que pelo armamento da população. Esses atentados costumam ter uma prevalência maior em escolas particulares, de classe média, então não há que se discutir isso em escolas públicas. A longo prazo, a solução é implementar a Lei nº 13.935/2019, que garante psicólogos e assistentes sociais nas escolas. A curto prazo, que haja uma forma de detectar armas e objetos que possam ferir antes de entrar na escola”, disse o líder do governo.

DEU BOAS VINDAS AO COMANDANTE

Um dia depois de se reunir com o turismo estadual, na capital, sobre o turismo pós-pandemia, o prefeito de Arraial do Cabo, Marcelo Magno (PL) esteve em Cabo Frio nesta sexta-feira (7), para visitar e dar as boas vindas ao comandante do 25º BPM, tenente-coronel Alex Benevenuto. Foi acompanhado do secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Dr Serginho. Marcelo anda preocupado com os últimos acontecimentos violentos na cidade e aproveitou para levar essa demanda.

PRAIA PARA TODOS EM ARRAIAL

Ainda nesta sexta (7) em Arraial, o prefeito Marcelo Magno (PL) se reuniu com representante do projeto Praia Para Todos, cujo objetivo é desenvolver, mediante parceria entre os setores público e privado, uma infraestrutura acessível para as pessoas com deficiência. O assessor especial de gabinete, Ronnie Plácido que vem defendendo esse projeto e intermediando no andamento, também participou do encontro. Aliás, esse projeto já está acontecendo em Araruama, Iguaba avança na instalação, e ao que tudo indica, Arraial será a próxima a oferecer lazer com dignidade aos cadeirantes, que de maneira geral, são esquecidos quando o assunto é políticas públicas.

MANDOU FAZER MUTIRÃO NO CRUZEIRO

Sexta-feira é dia de atendimento na Rasa mas antes mesmo de começar a receber a população, o prefeito de Armação dos Búzios, Alexandre Martins (REP), fez uma andança pelo bairro do Cruzeiro, acompanhado do vice-prefeito e secretário de Obras, Saneamento e Drenagem Miguel Pereira, e os secretários de Serviços Públicos, Marcus Vallerius, o Marcão, e de Segurança e Ordem Pública, Sérgio Ferreira. Alexandre conversou com vários moradores da Rua Brasil, para saber das demandas mais urgentes. Depois do que viu e ouviu, determinou de imediato um mutirão de limpeza para o bairro. De noite, ele fez mais uma de suas lives, conforme vem fazendo semanalmente. O tema era livre e com vários convidados.

CONEXÃO BÚZIOS X PARATY

Muitas, muitas conversas sobre identidade, cultura popular, festas tradicionais, além de propostas para futuros projetos em Búzios foi o resultado da troca de experiências que o secretário de Turismo, Cultura e Patrimônio de Búzios, Luiz Romano Lorenzi teve essa semana em Paraty, na Costa Verde. Entre os vários encontros, destaque para o que teve com o secretário de Cultura paratiense, José Sérgio, bem como com o historiador e diretor Marcell Costa Moraes. Na ocasião, foram discutidos assuntos sobre preservação e salvaguarda do patrimônio cultural, intercâmbio cultural e futuras parcerias entre as cidades. “Começa a nascer uma grande parceria em defesa do Turismo Cultural”, disse Romano, que também passou pelo Instituto Histórico Artístico de Paraty, Câmara de Vereadores e a Capela da Santa Cruz da Generoza.

MELHOR PREVINIR…

O prefeito de São Pedro da Aldeia, Fábio do Pastel (PODE), esteve nesta sexta-feira (7) acompanhando a limpeza que a equipe da secretaria de Serviços Públicos começou a fazer no canal próximo ao Centro de Tradições Gaúchas, no bairro Rua do Fogo. Época de chuva é sempre um perrengue nas cidades da Região dos Lagos, com muitos alagamentos, e esse trabalho vai ajudar no escoamento dessas águas. Além do prefeito, também estiveram presentes na ação o secretário de Serviços Públicos, Raimundo Teixeira, o chefe de gabinete, Moisés Batista e o vereador Márcio Soares (PDT). A limpeza segue durante o fim de semana, que aliás, deverá ser chuvoso segundo previsão do tempo. É como diz o ditado: “Melhor prevenir do que remediar”.

NOITE DE MOÇÃO DE APLAUSOS

Teve moção de aplausos na Câmara de Araruama noite desta quinta-feira. Os agraciados foram o Frei Luiz Fernando, pároco da Igreja de São Sebastião, que recebeu moção das mãos do vereador Eloi Ramalho (PSD), e a aniversariante da noite, a secretária de Educação Luiza Cristina Vianna, que recebeu a homenagem dos vereadores Thiago Moura (CID) e Magno Dheco (PP).

É NAMORO OU AMIZADE?

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) ‘sextou’ em Maricá, para visitar o prefeito Fabiano Horta (PT), que aproveitou para apresentar a ele os programas de política social que tem garantido o sustento das famílias mais vulneráveis nessa pandemia, como a moeda Mumbuca, por exemplo. Pela cidade, apresentou ao deputado os vermelhinhos (transporte público gratuito), o Cine Henfil e passou por vários pontos da cidade. “Receber a visita de um representante do Congresso Nacional é sempre uma grande oportunidade para difundir a experiência e os resultados do nosso trabalho em Maricá”, ressaltou Horta. Uma coisa é certa, Freixo está cada dia mais próximo da alta cúpula do PT. Será que essa visita sinaliza alguma mudança de casa ali na frente? Afinal, 2022 é logo ali. E os progressistas do Estado ainda não tem um nome que garanta a união para criação de uma frente para disputar a eleição de governador. Vale destacar que o próprio Freixo já disse que o PT sempre o corteja. Será uma visita de namoro ou só amizade? Façam suas apostas!

CPI DOS ROYALTIES SE REÚNE NA SEGUNDA

A CPI que investiga a queda na arrecadação de receitas compensatórias da exploração de petróleo e gás no estado se reunirá, nesta segunda-feira (10), com a Secretaria de Estado de Fazenda e a ANP para debater as minutas do acordo que será assinado entre os dois órgãos para melhorar a metodologia de fiscalização das participações governamentais. A execução deste convênio cumpre uma decisão do STF. Na reunião, a ANP ainda trará um esclarecimento acerca dos projetos de petróleo e derivados referentes ao percentual de 1% a ser investido, o volume de recursos aplicados por campo de produção, como está sendo feito o abatimento, e que projetos e unidades da federação foram beneficiados nos últimos 10 anos.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content