InícioBoca MiúdaBOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA SEGUNDA-FEIRA...

BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA SEGUNDA-FEIRA (26)

O esporro de Zé Bonifácio na Saúde e o sabadão com o neto; Marcelo Magno provoca Renatinho, TRE multa Magno; Melman faz aniversário e prepara sucessora; Disputa eletrizante na Câmara de Búzios nesta terça; Araruama anuncia vacinação aos professores; A solidariedade iguabense mostra sua cara; Fiscalização de São Pedro de olho na legalização de empresas; Fabiano Horta anuncia suspensão de vacinação... E muito mais!

O ‘ESPORRO’ DO ZÉ

O prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT), começou a semana convocando equipe da saúde para dar uma explicação sobre a falha da Prefeitura na última quinta-feira (22), quando houve ponto facultativo e não teve expediente. Acontece que naquele dia tinha muita gente marcada para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid, e quem procurou os locais de vacinação teve que voltar pra casa sem a dose. Maior climão, o prefeito colocou a equipe para se explicar ao vivo, já que a reunião foi transmitida pelo Facebook. Mais tarde, o próprio Felipe postou um vídeo explicando que a vacina para essas pessoas que não puderam se imunizar na quinta passada, vai estar disponível nos postos a partir desta terça (27). Mas Zé não se eximiu da culpa. “Perdão pela nossa falha, atribuo isso a mim também, tenho que ir mais aos postos para fiscalizar, fui só duas vezes, assim mesmo para me vacinar. Não podemos admitir outra falha gritante como essa”, disse o prefeito. Importante considerar que foi uma situação constrangedora, ainda mais porque no fim de semana inteiro passaram dizendo que Felipe tinha “caído” e sido substituído, inclusive, por outro secretário, o que não ocorreu.

DIA DO NETO

Conforme havia prometido no fim da última semana, o sábado (24) do prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT), foi dedicado ao netinho João. Como havia dito na sexta (23), Bonifácio levou o neto para conhecer o segundo distrito, Tamoios. O passeio teve ida à Fazenda Campos Novos, Parque do Mico-Leão-Dourado, à margem do Rio São João para ver o pessoal passeando de jet-ski e terminou com almoço em família em Tamoios mesmo. O carinho que o vovô coruja tem com o netinho transparece no rosto do chefe do Executivo cabo-friense. Não tem jeito, o fofurômetro explode mesmo.

VIOLÊNCIA NA COMUNIDADE

Sobre o terrível episódio das duas meninas, de 1 e 6 anos, que foram atingidas por estilhaços de arma de fogo na noite de sábado (24), na comunidade do Manoel Corrêa, em Cabo Frio, a notícia chegou à Alerj. Muito atuante em várias frentes e também na que atua contra o abuso de autoridade policial, a deputada Renata Souza (PSOL), assim que soube do episódio, comentou: “Que absurdo. Isso é escandaloso. Vou acionar o secretário (Segurança Pública) e próprio governador”, disse ela, por telefone.

DE OLHO NAS OBRAS

O prefeito Marcelo Magno (PL), fez questão de sábado (24), pela manhã, acompanhar de perto o início da colocação dos 1.600m de bica corrida na Rua Rebeche, para evitar a formação de bolsões de lama. “A ideia é fazer um trabalho que dure bastante, sem virar um lamaçal caso chova, para não ficar como aconteceu em 2019”, explicou prefeito. De lá, Marcelo Magno foi verificar a fluidez do trânsito na barreira sanitária. Falando com o prefeito por telefone, em Arraial continua aquela narrativa de saber quem é “o pai da criança”, com relação às obras da Prainha. Em tom de brincadeira, ele disse não entender o que está acontecendo. “Talvez o ex-prefeito Renatinho Vianna pediu para o governador errado. Eu pedi para o certo. Fui ao DER porque a situação estava alarmante”. MM disse que antes mesmo dele assumir a cadeira de prefeito ele já tinha ido ao DER e pediu que fossem levantados os detalhes desse processo, porque a estrada ameaça cair e causar até uma tragédia. Ele descobriu, então, que o processo estava parado. Então, numa visita ao governador em exercício, Cláudio Castro, o mesmo confirmou que o processo estava parado numa gaveta. Diante do apelo de Magno diante do risco iminente de deslizamento que poderia acarretar em tragégia, o governador mandou que executasse logo o processo. Essa foi a explicação de MM, em mais uma provocação a Renatinho.

MULTADO PELO TRE

O colegiado do TRE/RJ confirmou sentença da 146ª Zona Eleitoral multou o atual prefeito de Arraial do Cabo, Marcelo Magno (SDD), em R$ 15 mil por propaganda irregular. Segundo a decisão desta sexta-feira (23), bandeira de grandes proporções, com efeito de outdoor, foi usada em comício de campanha, em 7 de outubro de 2020. Ainda cabe recurso ao TSE, em Brasília.

MELMAN 90TÃO

O ex-prefeito de Arraial do Cabo, Henrique Melman (PDT), completou mais um ano de vida neste sábado (24) e chegou aos 90. O veterano, que governou o município entre 2001 e 2008, porém, está internado, tratando uma infecção na coluna em hospital do Rio de Janeiro. Embora tenha passado o aniversário lá, Melman passa bem e deve receber alta em breve. À propósito, quem não deixou a data passar em branco foi a neta dele, a advogada Ana Carolina Melman, que publicou uma singela homenagem ao avô nas redes sociais. “De Recife para o muuundo”, disse ela, que é apontada como a herdeira política de Melman. Inclusive tem uma história por aí de que Ana pode ser candidata já na próxima eleição municipal. Será que vem aí? De fato mesmo, o que a coluna pode é desejar pronta recuperação e muita saúde para Henrique Melman. Parabéns.

ELEIÇÃO EM BÚZIOS NESTA TERÇA

Nesta terça-feira (27), finalmente vamos saber quem é que vai comandar a mesa diretora da Câmara de Búzios para o próximo biênio (2022-2024). A corrida pela cadeira, atualmente ocupada pelo vereador Rafael Aguiar (REP), é grande desde a semana passada, como vimos publicando aqui na coluna. Rafael é um dos favoritos, assim como Lorram (PRTB). Se bem que este último teria rompido com o prefeito, o que favorece o atual presidente da Casa ainda mais. No páreo estão ainda Gugu de Nair (DEM) e Josué Pereira (PRTB). O negócio é aguardar para ver. Amanhã vocês saberão o resultado aqui na Boca.

IGUABA SOLIDÁRIA

A Prefeitura de Iguaba Grande publicou nas redes sociais nesta segunda-feira (26), imagens das doações da campanha “Iguaba Solidária”, realizada nos postos de vacinação contra a COVID-19. A ideia, como o Portal RC24h antecipou na semana passada, é arrecadar, pelo menos 1kg de alimento não-perecível daqueles que vão se vacinar para aqueles que estão em situação de vulnerabilidade social. Embora não esteja fácil para ninguém e a situação econômica do país não seja das melhores, a solidariedade falou mais alto e, pelo visto, a campanha vai “muito bem, obrigado”. Tá certo, né, gente? É aquilo: quem tem fome, tem pressa. Bela iniciativa.

PROFESSORES VÃO VACINAR

A Prefeitura de Araruama divulgou que vai começar a vacinar os profissionais da educação a partir da sexta-feira (1º). Na primeira leva, serão vacinados os profissionais da categoria que tem entre 50 e 59 anos, que atuam na rede municipal de ensino e estão em atividade, uma vez que o retorno presencial das aulas do Ensino Fundamental II foi realizado nesta segunda (26). À propósito, o Sindicato dos Servidores Municipais de Araruama (SSMA) não abandonou a ideia de só retornar ao modelo presencial com toda a categoria da educação vacinada. Em assembleia, mesmo com a marcação do começo da imunização deles, a categoria optou por retomar a “Greve Pela Vida”. Oh novelinha que se arrasta e não tem previsão de acabar, hein?

ATO SIMBÓLICO

Por falar no SSMA, o sindicato araruamense realizou um ato simbólico na Orla na manhã de sábado (24), com o intuito de chamar a atenção da Prefeitura e da população em geral sobre as vidas que foram perdidas pela Covid-19. O protesto pediu pela suspensão imediata do retorno presencial das aulas devido ao atual momento da pandemia. Segundo o sindicato, todas as categorias do serviço público araruamense – Saúde, Guarda Civil, Educação, SEPOL – foram convocadas para o ato, que consistiu em fixar cruzes na areia em memória às vítimas da Covid-19, que já chegam a 282 em Araruama. Felizmente, o povo araruamense é educado, afinal, não houve conflitos por parte de negacionistas, como costumamos ver em outras cidades onde houve protesto semelhante.

DE OLHO NA LEGALIZAÇÃO DE EMPRESAS

A Diligência Fiscal Unificada (DFU) de São Pedro da Aldeia vai voltar a operar a partir da quinta-feira (29). A decisão foi tomada em reunião com representantes de diversos setores da administração pública. O retorno das atividades de verificação tem como objetivo promover agilidade aos processos de legalização das empresas e acertos do Cadastro Mobiliário. As reuniões para analisar os dados coletados serão realizadas na Secretaria de Fazenda e irão concentrar as pautas da fiscalização da semana, em relação aos alvarás eletrônicos. “A volta dessas ações de avaliação, são de grande relevância para o município, pois tornam o processo de legalização empresarial mais fluido e célere”, declarou o subsecretário de Fazenda, Gustavo Amoêdo. Também participaram da reunião que definiu a retomada das atividades fiscalizatórias, o assessor Ronny Cardoso, da Fazenda; Ivonete Santos e Rafael Zeca representando o Desenvolvimento Econômico; Júlio Peralva e Tatiana Leal, da Secretaria de Saúde, a secretária de Meio Ambiente, Raquel Trevisam e o secretário de Segurança e Ordem Pública, José Maria Cadimo.

SUSPENSA VACINAÇÃO EM MARICÁ

O prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT) usou as redes sociais, no início da noite desta segunda-feira (26), para avisar que teve que suspender a aplicação da 2ª dose da vacina CoronaVac. Aliás, isso tem acontecido em vários outros municípios. “As doses fornecidas pelo Ministério da Saúde e aplicadas de acordo com calendário nacional são insuficientes. Assim que recebermos novos lotes retomaremos com a vacinação do grupo de pessoas que já receberam a 1ª dose do imunizante”, disse. Mas, importante ressaltar que o município segue realizando a imunização com a AstraZeneca e luta, incansavelmente, para tentar viabilizar a compra da Sputnik V. No entanto, a Anvisa vem dificultando a liberação sem uma explicação convincente para tal, já que estamos diante da escassez de imunizantes, e a vacina russa é usada em mais de 50 países com uma eficácia acima de 96%.

CESTA BÁSICA MARICAENSE

Em Maricá, a distribuição de cestas básicas para as famílias dos estudantes da rede municipal de ensino começou nesta segunda-feira (26). De acordo com a Prefeitura, foram montadas mais de 30 mil cestas, que serão distribuídas nas escolas até o dia 6 de maio. Todos os alunos da rede pública têm o direito de recebê-las. O município informou ainda que os uniformes da rede municipal de ensino também estão sendo entregues na ocasião. “Tudo isso para garantir que nossas crianças estejam assistidas e contempladas”, disse a Prefeitura nas redes sociais.

LEI DE VACINAÇÃO PRIORITÁRIA PODE SER ALTERADA

A Alerj vota em discussão única, nesta terça (27), o projeto de lei 4.025/21, dos deputados Márcio Pacheco (PSC) e Waldeck Carneiro (PT), para incluir as pessoas com deficiência com comorbidade na lista de prioridades na vacinação contra Covid-19 autorizada pela Lei 9.040/20. Caso receba emendas, o projeto sairá de pauta. A alteração prevê que seja apresentado um laudo que comprove a comorbidade. A Lei 9.040/20 já autoriza a prioridade para trabalhadores da Saúde, Segurança Pública, Assistência Social, Educação, indígenas e quilombolas, pacientes imunodepressivos, trabalhadores do setor alimentício e da agricultura, funcionários de farmácias e de petshops, pessoas em privação de liberdade e que exerçam atividades religiosas. Recentemente, a Casa também aprovou a inclusão dos pais e cuidadores de pessoas com deficiência através do projeto de lei 3.831/21, que aguarda sanção do governador.

SEM SALÁRIOS IGUAIS!

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), conseguiu derrubar a lei que iguala salários de homens e mulheres sem nem precisar vetá-la. Segundo bastidores, os argumentos do presidente de que poderia ficar mais difícil para que as mulheres conseguissem emprego fez com que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP/AL), saísse em socorro dos ideais governistas para levar o texto que prevê a equidade salarial voltasse ao plenário da casa. O pretexto usado por Lira é que “alterações feita no Senado deveriam ter feito com que o projeto retornasse à Câmara antes de ir à sanção”. Estratégia interessante, né? Não dá para esperar diferente de quem já disse em entrevista à TV que não empregaria uma mulher com o mesmo salário para fazer a mesma função que um homem. Nada novo sob o gigante céu de Brasília.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content