InícioBoca MiúdaBOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA QUARTA-FEIRA...

BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA QUARTA-FEIRA (20)

Prefeito e ex-prefeitos na lista do faraó dos bitcoins; Renatinho Vianna tem nova condenação; mudanças na LDO e o lamaçal do Cabo; Receita de Búzios mais que dobrou e Alexandre Martins recebe mães do Capão; Secretário iguabense tem agenda apertada na capital; Cabo Frio na lama nesta quarta (20); Fábio do Pastel tem audiência com MPF; Araruama terá Dia D Rosa enquanto o circo pega fogo na Câmara na pré-campanha para a Alerj; Fabiano Horta anuncia complexo veterinário... E muito mais!

QUEM SERÁ O PREFEITO?

Nesta semana, vazou um documento do Coaf sobre o caso Glaidson Acácio, o ‘Faraó dos Bitcoins’, de que existe um prefeito da Região dos Lagos que investia com ele. E mais, documentos dão conta que o tal chefe do executivo teria movimentado dinheiro de campanha para isso. Se for verdade, o ato pode ser caracterizado como caixa 2 e terminar com cassação de mandato, inelegibilidade e até cadeia. O dito governante municipal também é empresário. E aí, pensaram em algum nome? Façam suas apostas. E tem mais. Além do tal prefeito, no documento também figura o nome de três ex-prefeitos e pelo menos um deputado estadual muito conhecido na Região dos Lagos.

INELEGÍVEIS, MAS CABE RECURSO

O ex-prefeito de Arraial do Cabo, Renatinho Vianna (REP), e seu companheiro de chapa, candidato a vice nas eleições do ano passado, Darlan Silva (PP) foram condenados à inelegibilidade por 8 anos, por prática de abuso de poder político e econômico. A irregularidade seria pela realização de convenção do partido Republicano, em setembro do ano passado – quando Renatinho ainda era prefeito – com direito a carreata e fornecimento de bebidas, “demonstrando que foram destinados muitos recursos para custear o ato, que foi um verdadeiro showmício na condição de prefeito do município”, diz trecho do documento extraído do Diário da Justiça Eletrônico. O pedido de investigação eleitoral foi feito pela coligação do atual prefeito Marcelo Magno (PL). Esta é a segunda condenação deste ano. Em abril último, Renatinho já tinha sido condenado pela justiça eleitoral por abuso de poder político (contratou inúmeros funcionários sem concurso entre 2019 e 2020, inchando a folha) ao tentar garantir apoio para se reeleger através do uso da máquina pública, após denúncia também realizada pela coligação de MM.

LAMAÇAL DO CABO

A Prefeitura de Arraial do Cabo teve uma verdadeira missão inglória na manhã desta quarta-feira (20). As chuvas intensas que atingem o município deixaram um lamaçal caótico na Estrada da Rebeche. O município passou maquinário para tentar contornar o problema na via alternativa para acesso a Arraial, enquanto as obras na encosta da Prainha são realizadas. O prefeito, Marcelo Magno (PL), não chegou a acompanhar os trabalhos presencialmente, mas a comunicação confirmou que a chuva é “só dor de cabeça”. De qualquer forma, vale ressaltar que as chuvas são constantes e é necessário pensar em soluções mais efetivas para esse problema recorrente do que “alisar o glacê” num esforço tremendo para não muito mais do que enxugar gelo.

MUDANÇAS NA LDO E PLANO PLURIANUAL

Por falar em Arraial do Cabo, Marcelo Magno enviou à Câmara dois Projetos de Lei para promover alterações nas Leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO) deste ano e no Plano Plurianual de 2018 a 2021. Ambos foram formulados no ano passado, na gestão de Renatinho Vianna (REP), mas, aparentemente, não contemplavam os programas de Apoio a Cultura e Ação Orçamentária e a Lei Aldir Blanc. Os dois PL’s de MM foram apresentados na sessão da Câmara de terça-feira (19) e encaminhados para a análise de comissão da Casa. Mais uma pendência do governo passado para a conta.

RECEITA MAIS QUE DOBROU

O PL da Lei de Diretrizes Orçamentárias, que, entre outros, norteia a elaboração do orçamento para o ano seguinte, foi encaminhada nesta terça (19) à Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara de Búzios. Segundo o projeto de lei, a estimativa de receita corrente e despesa do município para o próximo ano é de R$ 676,7 milhões, mais que o dobro do ano anterior, que foi na casa dos R$ 314 milhões. O motivo é que este ano a arrecadação foi maior que a prevista, principalmente com royalties. Búzios vai voar com os cofres abarrotados assim. Não por outro motivo, prefeito Alexandre Martins (REP) anunciou construção de nova rodoviária, mercado de pesca e muitas outras obras que vão deixar sua marca na cidade.

ALEXANDRE NO PAP

Um grupo de mães moradoras do bairro Capão foi recebido na manhã desta quarta-feira (20), pelo prefeito de Armação dos Búzios, Alexandre Martins (REP), no Posto Avançado da Prefeitura (PAP) em Cem Braças. Elas foram conversar a respeito do ônibus escolar, que não estava passando por determinadas ruas do bairro delas. Segundo o gestor, as mães chegaram preocupadas, mas a conversa foi tranquila: “Alinhamos algumas coisas, ajustamos outras, no final todos ficaram satisfeitos e o problema foi solucionado”, esclareceu Alexandre. O vereador Victor Santos (REP) também passou pelo PAP ao longo do dia. Nesta quinta e sexta-feira (21 e 22), o prefeito atenderá a população no gabinete da subprefeitura da Rasa.

PREFEITURA VERSUS AMBIENTALISTAS

É consenso para os moradores de Búzios que o balneário precisa de um novo cemitério. Mas o processo para a criação está gerando um embate entre a prefeitura e os ambientalistas locais. Porque? O único local encontrado pelo município seria um trecho da Mata do Centrinho, que fica na zona de amortecimento do Parque Estadual da Costa do Sol e está coberta por vegetação original da Mata Atlântica, inclusive com exemplares adultos de pau-brasil. Os ambientalistas e ativistas não gostaram de saber que funcionários já estavam abrindo trilhas na mata para fazer os estudos topográficos sem aprovação do Conselho de Meio Ambiente da cidade. Para eles, como a área é uma local de preservação por causa das espécies em extinção, e, portanto, seria necessário haver o aval do Instituto Estadual do Ambiente. Estão errados? A prefeitura acha que sim. Pelo sim, pelo não, o promotor de Justiça Vinicius Lameira pediu que nenhuma folha saia do lugar até ele retornar das férias. Aguardemos então.

Imagem: Arquivo

ERON NO RIO

O secretário de Planejamento de Iguaba Grande, Eron Bezerra, foi ao Rio de Janeiro nesta terça-feira (19). Eron esteve no DER para ver processos relacionados ao município e a viabilidade dos pórticos que devem ser feitos em Iguaba, utilizando parte da área do departamento. Além disso, ele visitou o Inea para ver a questão do “Limpa Rio”, sendo recebido pelo secretário Estadual do Ambiente, Thiago Pampolha. Segundo Eron, há tratativas para conseguir agenda tanto para Iguaba, quanto para a vizinha São Pedro da Aldeia. O secretário iguabense ainda foi a secretaria de Desenvolvimento Econômico para verificar a situação da “segunda entrada de Iguaba, onde vai ser polo logístico”.

NA LAMA

Esse aí pode tranquilamente ser o retrato da Cabo Frio atual, literalmente na lama. Bem de acordo com aquele ditado, que fala que “nada é tão ruim que não possa piorar”. Não bastasse a buraqueira, a chuva veio completar a situação de caos da população, principalmente para quem mora em região onde o asfalto ainda não chegou. Na imagem, o ônibus da Salineira, atolado na manhã desta quarta (20), numa via do bairro Araçá, na zona rural cabo-friense. Em nota, a Prefeitura disse que já organizou cronograma para realizar o patrolamento das ruas, mas o serviço só será iniciado quando a chuva cessar. Até lá, que se nade no lamaçal.

PANSERA NÃO VEIO

A abertura da Semana de Ciência, Tecnologia e Inovação de Cabo Frio nesta quarta-feira (20) sofreu um desfalque: o ex-Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação do governo de Dilma Rousseff (PT), Celso Pansera. Presença confirmada no evento, o ex-deputado federal não pode vir à região porque um filho dele teve problemas de saúde. Ao Portal RC24h, o secretário-adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação, Rafael Peçanha, disse que, apesar do ocorrido, a abertura do evento foi “muito boa” e Pansera deve visitar Cabo Frio após o dia 25 de outubro.

AUDIÊNCIA NO MPF

De São Pedro da Aldeia, o prefeito Fábio do Pastel (PL) tem audiência marcada para esta quinta-feira (21), às 15h, de forma virtual, no Ministério Público Federal, com o procurador Leandro Mitidieri. O secretário de Educação, Elias Valadão, e o Conselho Municipal de Alimentação Escolar de São Pedro também foram convidados. O motivo foi uma denúncia de pais de alunos da rede municipal, feita no mês passado, sobre a distribuição de legumes e verduras impróprios para consumo. Na ocasião, quando o assunto deu o que falar, teve nota aqui na coluna sobre essa repercussão, a prefeitura explicou que os alimentos teriam que ser jogados fora se a doação não fosse feita. Mas as explicações não convenceram os pais dos estudantes. Vamos aguardar para saber qual será o posicionamento do MPF.

DIA D EM ARARUAMA

Araruama terá um dia dedicado à conscientização sobre a importância do autoexame para combater o câncer de mama neste sábado (23). O Dia D Outubro Rosa começa com uma caminhada com concentração na Praça da Bíblia, a partir das 9h. Segundo a prefeita, Lívia Bello (PP), o evento terá participação da cantora Laís Alfradique e terá consulta com a Dra. Kesley que, vendo a necessidade, já encaminhará a pessoa na mesma hora para realização do exame de mamografia.

CHATEADO COM CHIQUINHO?

O presidente da Câmara de Araruama, Júlio César Coutinho (PSC), não compareceu à sessão desta terça-feira (19), que foi presidida pelo vice, Nelsinho do Som (PSC). Ao Portal RC24h, Júlio comentou que está em uma viagem particular e que só volta a Araruama na sexta (22). Agora, o que se fala nos corredores do parlamento araruamense é que JC está é “muito chateado” com o primeiro-cavalheiro, Chiquinho da Educação (PATRI). O motivo é que Júlio era apontado como o pré-candidato do Governo a uma vaga na Alerj, acontece que, primeiro, Chiquinho tentou emplacar o filho na pré-campanha e, não satisfeito, lançou o próprio nome para concorrer. Ai não teve jeito, né? Desprestígio que chama? Já o primeiro adversário de Júlio César nessa corrida, Anderson Moura (PP), perdeu um apoiador e articulador: o sobrinho Thiago Moura (PP). O lance é que Anderson fechou com Pedro Ricardo (PSL), mas Thiago é Chiquinho Futebol Clube e teria dado um belo de um chute no tio. É, meus amigos, família, família, política a parte. E quem for melhor que Chiquinho no xaveco, que tente a sorte.

COMPLEXO VETERINÁRIO À CAMINHO

O prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), anunciou, na noite desta terça-feira (19), que a cidade, em breve, terá um Complexo Veterinário com hospital e Unidade de Vigilância em Zoonoses. Segundo a Prefeitura, o complexo vai ficar localizado na Estrada dos Cajueiros, em Itaipuaçu. O projeto está sendo feito pela está sendo feito pela autarquia Serviços de Obras de Maricá (Somar), que deve entregar o planejamento até dezembro deste ano. Horta comemorou os planos, afirmando ser “mais uma grande conquista”.

CONTAS DA SAÚDE REPROVADAS

O Portal RC24h e a coluna já noticiaram o assunto, mas nesta quarta-feira (20) mais um ‘prego’ foi colocado no caixão da já quase moribunda Saúde de Rio das Ostras. Foi divulgado a reprovação de contas da Saúde Municipal referentes ao ano de 2020. O julgamento do Relatório Anual de Gestão 2020 da Secretária Municipal de Saúde foi realizado pelo Conselho Municipal de Saúde, nesta terça-feira (19). O conselho também indicou no documento a necessidade de uma nova auditoria e abertura de nova tomada de contas dos contratos entre o município e a inabilitação da empresa RG Consultoria e Planejamentos, que organiza os sistemas da Saúde e estaria envolvida em um suposto esquema envolvendo o prefeito Marcelino Borba (PV). Seria essa a cereja do bolo podre da saúde municipal ou ainda vem mais coisas por aí?

MAIS CULTURA INDÍGENA

Mais um passo foi dado nessa quarta-feira (20) rumo a popularização do conhecimento histórico-cultural dos povos indígenas brasileiros. A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, em discussão única, um projeto de lei que exige que o ensino de história dos povos indígenas seja abordado nas escolas públicas e privadas de ensino fundamental e médio de todo o Estado do Rio. A proposta, de autoria do deputado Carlos Minc (PSB), complementa a Lei 4.528/05, que instituiu diretrizes para o Sistema de Ensino do Estado do Rio de Janeiro. A norma já obrigava o ensino de história e cultura afro-brasileira. O objetivo é resgatar a participação desses povos na formação da sociedade nacional nas áreas social, econômica e política. A medida segue para a sanção ou veto do governador Cláudio Castro.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content