BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA QUARTA-FEIRA (16)

Tristeza na região serrana e a mobilização do governo e Região dos Lagos para ajudar vítimas das enchentes; Zé Bonifácio liga para prefeito de Petrópolis e Vantoil Martins engaja a cidade a buscar donativos; Escoteiros aldeenses alertas; Fabiano Horta envia equipe para ajudar; Audiência pública no quilombo Botafogo, em Cabo Frio; Vereador iguabense de luto; Marcelo Magno bate papo com os artesãos; Pedido de desculpas na câmara araruamense; Conexão Maricá-Saquarema; Cidades "co-irmães"... E muito mais!

1011

TODOS OS OLHOS NA SERRA

A coluna Boca Miúda desta quarta-feira (16) começa pela tragédia que parou o estado do Rio. As chuvas e desmoronamentos em Petrópolis, na Região Serrana, deixaram mais de 80 pessoas mortas, número atualizado agora à noite. O número não para de subir e o volume de chuva lembra muito o que aconteceu na Região Serrana há 11 anos, que tirou a vida de quase mil pessoas. O momento de dor e consternação uniu diversas prefeituras da Região dos Lagos, que prestaram sua solidariedade e apoio aos trabalhos que estão sendo feitos na Serra. Além disso, diversas iniciativas – governamentais ou não – tem se mobilizado para recolher donativos para as vítimas das chuvas na região. Ao longo do dia, o Portal RC24h também reuniu relatos de cabo-frienses que estavam lá no momento da tragédia.

SOLIDARIEDADE EM CABO FRIO

Em Cabo Frio, o prefeito José Bonifácio (PDT) conversou com a coluna por telefone, dizendo que ligou mais cedo para o amigo prefeito petropolitano, Rubens Bomtempo (PRB) e se colocou à disposição, ofereceu máquinas inclusive para ajudar nos trabalhos. Muito justo, afinal Cabo Frio e Petrópolis são cidades co-irmãs. O bairro do Peró, é por vezes chamado de “Perópolis”, dada a frequência dos petropolitanos por lá. Zé disse destacou que, apesar do momento confuso, mandou logo colocar seis pontos de coleta de donativos,de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. São eles: sede da Prefeitura, na Praça Tiradentes, no Centro, secretaria dos Direitos Humanos e Segurança, na Rua Governador Valadares, em São Cristóvão, na secretaria de Assistência Social, na Rua Florisbela da Penha, no Braga, na Superintendência de Defesa Civil, na Avenida Hilton Massa, na Passagem, na Guarda Civil Municipal, na Avenida Independência, em Tamoios, e o Centro Administrativo de Tamoios, na Rua das Capivaras, em Unamar. O município está recebendo donativos, alimentos, água e roupas.

S.O.S PETRÓPOLIS

Por volta do meio-dia desta quarta-feira (16), o prefeito de Iguaba Grande, Vantoil Martins (CID), fez uma live nas redes sociais para anunciar a campanha “S.O.S Petrópolis”. Trata-se de uma campanha de doação de donativos como água, alimentos não-perecíveis, itens de higiene pessoal e materiais de limpeza, além de roupas. Os interessados podem entregar suas doações na secretaria de Assistência Social, que fica na Estrada do Arrastão, nos Centros de Referência em Assistência Social da cidade, que ficam no bairro Cidade Nova e Vila Nova, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) de Iguaba, além de um ponto fixo, no Centro da cidade, onde a secretaria de Meio Ambiente vai disponibilizar um caminhão para arrecadação de doações. O prefeito disse que “esse é o momento de unir forças para ajudar o próximo”. A primeira remessa está programada para ser enviada de Iguaba para Petrópolis na sexta (18).

CORRENTE EM MARICÁ E ARARUAMA

Na parte da manhã desta quarta-feira (16), o prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), expressou solidariedade e disposição de auxiliar Petrópolis e as famílias das vítimas naquilo que for preciso e estiver ao alcance do município. Em contato com as autoridades petropolitanas, segundo Fabiano, foi solicitado de Maricá auxílio com equipes técnicas da Defesa Civil, maquinários e viaturas para auxiliar em apoio às vítimas. O município já enviou equipes da Defesa Civil no fim da tarde desta quarta (16) – assim como Araruama também fez (leia aqui) – e será feita, de acordo com Horta, uma campanha de doação maciça de donativos para Petrópolis em diversos pontos de Maricá, como a Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro, os polos distritais de vacinação e o Aeroporto. Entre vários outros, Cras e Creas do município também vão receber as doações.

ESCOTEIROS MOBILIZADOS

De São Pedro da Aldeia, o prefeito Fábio do Pastel (PL) postou em seu perfil que está “com o coração apertado” e que se solidariza com toda a população da Cidade Imperial, bem como com o prefeito Rubens Bomtempo (PSB), “que estão enfrentando a dureza desta adversidade”. No município aldeense, o Grupo de Escoteiros estão com uma campanha de arrecadação nas ruas, em vários pontos. A secretaria de Esporte também mobilizou os atletas numa ação específica de arrecadação de donativos, cujo local ainda será divulgado.

ALTO ESCALÃO DO ESTADO NA SERRA

De olho em como se desenrolaram os trabalhos de resgate em Petrópolis, o governador, Cláudio Castro (PL), o presidente da Alerj, André Ceciliano (PT), e outras autoridades foram para a cidade da Serra ainda na noite de terça-feira (15). As autoridades se reuniram com o prefeito petropolitano, Rubens Bomtempo (PSB), no início da noite para tratar de medidas emergenciais. O secretário estadual de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, também esteve no local, colocando todo o maquinário e equipamentos necessários para recuperar a cidade.

BOLSONARO VAI A PETRÓPOLIS

Em Moscou, na Rússia, para um encontro com o presidente Vladimir Putin, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL), falou, em entrevista a jornalistas brasileiros que vai sobrevoar a cidade de Petrópolis na sexta-feira (18), quando voltar ao país. Bolsonaro disse que conversou com o ministro da Economia, Paulo Guedes, durante a madrugada e com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Também afirmou que já enviou representante para tratar desses assuntos de calamidade para Petrópolis. Além disso, o presidente afirmou que conversou com o governador Cláudio Castro (PL) para liberar um crédito especial para atender aos vitimados pela catástrofe. Como é de praxe nessas questões, deve haver a liberação do FGTS para os vitimados e recursos para reconstrução de obras emergenciais. “Pretendemos já apresentar ao prefeito o que nós podemos oferecer”, disse Bolsonaro na entrevista.

AGENDA ADIADA

Por conta do ocorrido em Petrópolis, o ex-prefeito de Niterói e pré-candidato ao Governo do Rio pelo PDT, Rodrigo Neves, cancelou agenda que teria na Região dos Lagos a partir desta quinta-feira (17). O presidente do PDT Araruama, Luís Marcel Loureiro, encaminhou à imprensa um comunicado do adiamento da agenda, afirmando que o encontro será transferido para, provavelmente, março. Rodrigo faria um tour nos próximos dois dias pela Região dos Lagos dentro da do cronograma das atividades da conferência “O Estado do Rio que Queremos”. Porém, alegou que estará empenhado em ações para ajudar o município da Serra Fluminense.

RECADASTRAMENTO OBRIGATÓRIO

De volta a Cabo Frio, a secretaria de Administração inicia, no dia 21 de fevereiro, o recadastramento obrigatório dos servidores do município. A Prefeitura disponibilizou um calendário que vai do dia 21 de fevereiro até 20 de março, organizado pela área de atuação dos servidores. Segundo a secretaria de Administração, o servidor que não fizer o recadastro pode ter o salário bloqueado. Logo, é necessário estar atento as datas para que não haja maiores transtornos.

AUDIÊNCIA PÚBLICA EM BOTAFOGO

O Ministério Público Federal e a OAB Cabo Frio participaram de audiência pública, nesta quarta-feira (16), junto à comunidade quilombola em Botafogo, zona rural da cidade. O local foi palco do episódio recente de truculência policial, ocorrido no último dia 10, quando os moradores fizeram um protesto por melhorias no bairro e fecharam a RJ-106. Um deles foi agredido por policiais militares. Além da violência, outro assunto debatido foi regularização fundiária. Segundo uma das lideranças locais, Rafa Quilombola, esse encontro serviu para mostrar o quanto a comunidade e a organização quilombola é organizada e está recebendo apoio de autoridades como OAB, MPF e também das instituições do movimento negro. O procurador da República, Leandro Mitidieri, disse que o MPF está a par do ocorrido, mas como não se tratou de crime federal, quem está de olho na questão são os promotores de justiça do Ministério Público Estadual. Rafa Quilombola contou à coluna que ficou satisfeita com o encontro. “Isso mostra que a população quilombola pode contar com essas autoridades, que há órgãos parceiros para nos ajudar. Muito feliz com essa parceria, principalmente em prol do respeito a nós quilombolas e melhoria para a população”.

LUTO EM IGUABA

Em Iguaba Grande, uma grande tristeza se abateu a cidade, com a morte da mãe do vereador Marcelo Durão (PL), dona Eliana da Costa Freire. Depois que Durão perdeu o irmão, jovem, na casa dos trinta anos, a mãe foi viver com ele, Carla Valle (secretária de Turismo e esposa de Durão) e a filha do casal. Foi um golpe duríssimo para o parlamentar. Aliás, a comoção foi geral na cidade. Muito abatido, segundo disse o secretário e amigo Eron Bezerra, titular do Planejamento, que acompanhou de perto a liberação do corpo no hospital e encaminhamento para o sepultamento. A Câmara decretou luto e adiou a sessão desta quinta (17) para a próxima terça (22), quando seria votada a moeda social Caboclinho. O Portal RC24h presta todas as condolências ao nobre edil e lamenta muito pela inestimável perda.

ATENÇÃO AOS ARTESÃOS

O prefeito Marcelo Magno (PL) esteve, nesta quarta-feira (16), na Feira de Artesanato Cabistinha, que acontece no espaço do antigo cinema da cidade. Marcelo foi conferir de perto o evento realizado pela subsecretaria de Cultura e acontece até o dia 19 de fevereiro, com entrada gratuita. Vale a pena dar uma conferida. Durante a visita, o prefeito de Arraial aproveitou para bater um papo com os artesãos que participam do evento. Ainda sobre o Cabo, mais cedo, o prefeito Marcelo Magno (PL) avisou que o Gira Renda Cabista já está na conta. Cerca de 1,5 mil famílias já podem utilizar o cartão este mês, no valor de R$ 200, para alegria dos mais de 30 estabelecimentos cadastrados – na cidade e nos distritos -, afinal de contas, são R$ 300 mil injetados na economia local. De acordo com a Prefeitura, farmácias, padarias, supermercados, mercearias e depósitos de gás de cozinha já aderiram ao programa

PATRULHA ESCOLAR

Continuando em Arraial, a secretária de Educação, Isalira Gomes, se reuniu, na tarde desta terça (15), com representantes da PMERJ para fechar parceria na implantação da Patrulha Escolar de Proteção à Criança e ao Adolescente. O encontro aconteceu na sede da Secretaria com os Cabos Andrea e Costa. O objetivo do projeto é garantir a segurança dos estudantes e profissionais de educação, com participação efetiva da Polícia Militar dentro da comunidade escolar. Segundo Isalira, o programa terá início já no retorno das aulas, no dia 7 de março.

PEDIDO DE DESCULPAS

A Câmara de Araruama realizou nesta terça-feira (15), a primeira sessão no novo horário, a partir das 10h20. No momento das explicações pessoais, a vereadora Penha Bernardes (PL) fez um pedido de desculpas ao presidente da Casa, Júlio César Coutinho (PSC), por conta de uma afirmação sobre pessoas que não eram autoridades e estavam na mesa da sessão solene de aniversário do município, no dia 5 desse mês. Na última sessão, para quem não se lembra, Júlio César havia dito que a única pessoa que estava na mesa, e não autoridade, era a esposa dele, e que ele, até ouvia os outros vereadores, mas quem estava pilotando o avião era ele e a decisão era dele. Penha se preocupou em se desculpar e dizer que não tem nada contra a esposa de Júlio César, demonstrando respeito para com o presidente da Casa e pedindo desculpas se ele a havia entendido mal.

PRONTO PARA VOAR?

Logo após a fala de Penha, na mesma sessão, o vereador Oliveira da Guarda (MDB) pediu a palavra e fez ali uma campanha toda de cunho eleitoral. Disse ele que esteve em Belford Roxo junto com o prefeito do município, Waguinho (UNIÃO), andando pelas obras e tal e aí já fez logo um merchan dizendo que é possível que Waguinho, pelo União Brasil, seja o candidato a vice na chapa de Cláudio Castro (PL) ao Governo do Estado. A sementinha da discórdia plantada na sequência por Oliveira é que o União, caso faça um bom trabalho, possa indicar, em 2024, um candidato para Prefeitura de Araruama. Estaria Oliveira se apresentando para, após tantos mandatos consecutivos na vereança, alçar voos maiores? O que será que o casal que governa o município achou do discurso?

INTEGRAÇÃO INTERMUNICIPAL

O prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT) recebeu nesta terça-feira (15), a prefeita de Saquarema, Manoela Peres (DEM). O objetivo foi uma troca de experiências. A Prefeitura saquaremense queria conhecer projetos de Maricá para levar para a cidade vizinha. Entre eles, a moeda social que, em Saquarema, vai se chamar Saquá. Inclusive, tinha sido o nome da moeda social proposta no plano de governo de um oposicionista de Manoela, o Márcio Mota (PSD), mas essa é outra história. Segundo o secretário de governo de Maricá e presidente estadual do PT, João Maurício, Manoela também pretende importar o projeto Passaporte Universitário que, em Saquarema, deve se chamar Conexão Universitária. O programa prevê o custeio de universidades particulares para alunos do município. Intercâmbios desse jeito só fazem bem para qualquer gestão e a Prefeitura de Maricá tem se tornado, cada vez mais, uma referência, na região e em todo o país, para esse tipo de integração.

IRMÃES?

Quem acompanhou essa reunião em Maricá, além do já citado João Maurício, foi o vice-prefeito maricaense, Diego Zeidan (PT), e o secretário interino de Desenvolvimento Econômico de Saquarema, o ex-prefeito Antônio Peres, que também é secretário titular de Educação do município. Acontece que, na hora de compartilhar registros do encontro na internet, Peres disse que Saquarema e Maricá são cidade “irmães”. Pegaria mal para qualquer político cometer um erro desses, imagina, então, vindo de um secretário de Educação. É… Esse é o Brasil de Bolsonaro. Se teve até ministro de Educação no Twitter dizendo “imprecionante”, o que a gente pode dizer de um secretário de Educação que comete um erro ortográfico desses? Fato é que a escrita do secretário está repercutindo por aí e tá todo mundo querendo saber o que são “irmães”.

NOVA DEPUTADA NA CASA

A suplente Paula Tringuelê (SDD) assumiu mandato de deputada estadual na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nesta quarta-feira (16). Terceira suplente do Solidariedade, a parlamentar já atuou como secretária municipal de Assistência Social de Guapimirim, na Baixada Fluminense. Com o afastamento de Vandro Família (SDD), o deputado Coronel Jairo (SDD) assumiu o cargo definitivamente. Ele ocupava, até então, a vaga de suplente de Rodrigo Bacellar, que deixou a Alerj para assumir a Secretaria de Estado de Governo. A vaga de Bacellar, então, caberia a Paulo Bagueira (SDD), que renunciou ao mandato de deputado para permanecer como vice-prefeito de Niterói.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui