InícioRegião dos LagosMacaéVereadores de Macaé voltam a criticar serviços da Enel na região serrana

Vereadores de Macaé voltam a criticar serviços da Enel na região serrana

Segundo os vereadores, a empresa continua sendo uma das piores prestadoras de serviço na cidade

Os vereadores de Macaé que moram na região serrana do município voltaram a fazer duras críticas à qualidade dos serviços prestados pela concessionária estadual de energia elétrica Enel aos moradores da cidade, principalmente dos distritos da serra.

Segundo os vereadores, Tico Jardim (PROS), George Jardim (PSDB) e Zé Preste (PTB), a empresa continua sendo uma das piores prestadoras de serviço na cidade, juntamente com a Companhia Estadual de Águas e Esgoto (Cedae), apontadas pelos parlamentares como as campeãs de reclamações dos moradores juntos aos órgãos de defesa do consumidor.

“Hoje eu venho aqui mais uma vez com uma indignação muito grande. A gente sabe, eu trouxe requerimento a esta Casa, outros vereadores já trouxeram sobre a companhia Enel. Nós estamos sofrendo um absurdo na região serrana por falta de energia. Ontem a localidade de Serra Escura, Cerro Frio, ficou o dia todo novamente sem luz. A gente liga, reclama, pede, e nada é feito. Então estamos aqui, conversei com o vereador Zé Prestes. O vereador Zé Prestes já relatou o mesmo problema, e a gente não tem solução. Já foi chamada aqui uma equipe, já vieram aqui, conversamos, já fizeram várias outras coisas e o problema não resolve”, discursou o vereador Tico Jardim.

O parlamentar denunciou ainda que os problemas causados pela má qualidade dos serviços prestados pela Enel danificaram refrigeradores, provocando a perda de remédios, como a insulina, necessária para o tratamento de pacientes com diabetes na região serrana do município.

“Na realidade eu não sei onde vai caber mais reclamação. Campeã de reclamação. Eu não quero me exceder nas palavras, porque as palavras que vêm na cabeça são as piores possíveis sobre essa empresa. É uma empresa que não respeita o consumidor, uma empresa que deixa a desejar. Já trouxemos a esta Casa, através do vereador que vos fala, uma equipe da Enel para dar explicações, e pareceu que a coisa estava resolvida, estava 100%, e aí vem a cada dia piorando. A Enel não sabe o que a população passa, e muito menos a população da serra, onde nós temos postos de saúde, temos produtores rurais, temos pessoas enfermas que são dependentes de remédios de refrigeração. E fica aí quase 48 horas sem energia. E reclamar a quem? Já trouxemos a esta Casa os responsáveis por esta empresa em Macaé. O mal disso aí é você ter que conversar com uma gravação, que você não olha nos olhos, que você não vê a cara, não resolve. Fica aqui a minha indignação com o atendimento da Enel no município de Macaé, na região serrana de Macaé, as péssimas condições de atendimento. Não é o que acontece com a conta de luz. Ela é prioritariamente em dia a sua cobrança. E se não pagar, está aí as consequências de uma conta não paga da Enel”, disparou o vereador George Jardim.

Também representante da região serrana na Câmara de Macaé, o vereador Zé Prestes também reforçou as críticas sobre a qualidade dos serviços prestados pela Enel no município, principalmente na serra macaense.

“Me parece que a Enel vem disputar com a Cedae. A Cedae já foi muito comentada, muito discutida. A nossa região, de Bicuda Grande, Cerro Frio, Bicuda Pequena, hoje nós temos em torno de 1.400 famílias, aquelas fixas e aquelas que frequentam nos finais de semana. A pessoa que trabalha durante toda a semana, no final de semana quer ir lá para o seu sítio, para sua casa, e chega lá e enfrenta, no sábado, no domingo, uma falta de energia. Um absurdo”, criticou o vereador Zé Prestes.

Segundo ele, acolhendo a uma recomendação do secretário da Casa Civil, vereador licenciado Luciano Diniz (CIDADANIA), seu gabinete irá procurar os outros 16 vereadores de Macaé para que, juntos, eles enviem um requerimento para a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), em Brasília, órgão que é responsável pela fiscalização das empresas prestadoras desse serviço no país.

“A gente vai conversar entre os vereadores, vamos fazer um requerimento assinado por todos os vereadores para que a gente possa enviar a esse órgão lá”, confirmou Zé Prestes.

De acordo com o presidente da Câmara, vereador Cesinha (PROS), as reclamações contra a prestadora dos serviços de energia elétrica em Macaé também serão entregues aos deputados federais, Felício Laterça (PSL) e Clarissa Garotinho (PROS), que virão a Macaé no próximo dia 8 de novembro para discutir o destravamento da pauta sobre o Fundo Geográfico, que, segundo ele, vai trazer benefícios a todos os agricultores das regiões Norte e Noroeste Fluminense.

“Nós vamos ter o prazer de protocolar todos os requerimentos e encaminhar aos deputados federais que vão estar presentes aqui no próximo dia 8, vamos entregar em mãos a todos os deputados, porque é uma concessão federal. Então aí a gente vai ver se a gente consegue realmente resposta da Enel. Em todas as demandas eu nunca vi uma empresa como a Enel, uma falta de respeito com toda sociedade, a tarifa é uma das mais caras que a gente já viu, e a prestação de serviço, péssima no nosso município de Macaé”, completou Cesinha.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content