Início Armação dos Búzios Vereadores de Búzios comparecem à sessão e aprovam Vale Card

Vereadores de Búzios comparecem à sessão e aprovam Vale Card

Rafael Aguiar (REP) foi reeleito para comandar a casa no biênio 2023/24; Gugu de Nair (DEM), Niltinho de Beloca (PROS), Aurélio Barros (PATRI) e Raphael Braga (DEM) evitaram comentar ausência no plenário nas últimas sessões.

Os vereadores do chamado “blocão do Lorram” compareceram à sessão extraordinária da Câmara Municipal de Armação dos Búzios deste domingo (2) e aprovaram o auxílio Vale Card, no valor de R$ 200.

A casa ficou cheia ao longo da sessão com a população buziana, ansiosa pela decisão dos vereadores.

Enquanto alguns vereadores sustentam que o Vale Card só entrou em pauta neste domingo, o presidente da Câmara, Rafael Aguiar (REP), reforçou que a matéria chegou na sexta-feira (30) e não foi votada no sábado (1º) por falta de quórum.

O texto foi aprovado pelos oito vereadores presentes na sessão. A única ausência foi a de Lorram Silveira (PRTB), que está preso desde sexta por conta de investigações que o acusam de corrupção passiva e estelionato pela venda de alvarás falsificados enquanto ele era chefe de Gabinete do então prefeito André Granado (sem partido).

Eleição antecipada

Antes de votarem o projeto do Vale Card, os parlamentares fizeram a eleição antecipada da mesa diretora para o biênio 2023/24. Sete vereadores reelegeram Rafael Aguiar (REP), que vai continuar na presidência da casa.

Com Lorram ausente, Raphael Braga (DEM) foi o único vereador a se abster da votação, que elegeu Josué Pereira (PL) como vice, Victor Santos (REP) como 1º secretário e Dom de Búzios (PROS) como 2º secretário.

Vereadores faltosos

Desde quinta (29), Gugu de Nair (DEM), Niltinho de Beloca (PROS), Aurélio Barros (PATRI), Raphael Braga e Lorram não compareciam às sessões.

O grupo se articulava para eleger Silveira presidente da Câmara para o biênio 2023/24, porém, na quarta (28), véspera da data que a eleição estava marcada, o vereador foi considerado foragido da Justiça e os colegas não mais apareceram.

Niltinho de Beloca foi o único a usar o tempo regimental para prestar solidariedade a Lorram, mas nenhum dos vereadores do bloco confirmou se a ausência nas últimas três sessões se deve a situação do edil.

Raphael Braga afirmou que não teria problemas em comparecer às sessões, porém, faltou por se recusar a aceitar “propostas indecorosas” que diz ter recebido. Contudo, não explicou quais propostas teria recusado.

O vereador também não mencionou Lorram e não prestou qualquer solidariedade ao então aliado.

Os parlamentares reforçaram que sempre se colocaram a favor do Vale Card, mas sustentaram, sobretudo Braga, que vinha do Executivo empecilhos para o projeto.

Os vereadores também disseram que tiveram um encontro com o vice-prefeito, Miguel Pereira (PL), antes da sessão e pregaram a união em prol do povo buziano.

Repercussão nas redes sociais

Nas redes sociais, internautas comentaram que os vereadores não explicaram muito bem a ausência e teve até quem chamasse o motivo das faltas como “o mistério da semana”.

“Eles pediram tanto para ter a votação [da eleição antecipada] e, assim que o vereador que estava a frente foi preso, ninguém apareceu para votar”, apontou outro internauta.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -

Mais Lidas

Skip to content