“Verdadeiro milagre”, diz médica sobre homem que levou tiro na nuca e sobreviveu em São Pedro da Aldeia

José Francisco está lúcido e conversa normalmente; os agressores, a vizinha, seu companheiro e o filho do companheiro seguem foragidos

3803

Um homem, chamado José Francisco de Souza, de 61 anos, sofreu tentativa de assassinato na manhã desta quinta-feira (9), no bairro Botafogo, em São Pedro da Aldeia. Durante o ataque, que foi feito por três pessoas, sendo uma delas sua vizinha, o homem levou um tiro na nuca e sobreviveu. Segundo os médicos, Chico, como é conhecido, “é um verdadeiro milagre”.

José, que é um professor querido em Cabo Frio e Búzios, havia comprado uma casa no Condomínio Portal de Búzios, de um amigo que havia se divorciado há pouco tempo. Contudo, a residência pertencia ao colega e sua ex-companheira, ou seja, para a realização da venda, houve um acordo entre as partes: a construção de um muro, dividindo o ambiente em dois. Mesmo que a vítima não tenha se mudado imediatamente para o local, a mulher mudou de ideia sobre o trato, o que deu início às confusões.

Ameaças e intimidações começaram a acontecer, o que acarretou no primeiro boletim de ocorrência contra a mulher. Dentre todo o caos, segundo familiares próximos, ela, juntamente ao seu atual marido, chegou a invadir a casa de Chico, o trancando para fora e impedindo sua entrada.

Os ânimos foram esquentando até que, na manhã desta quinta-feira (9), por volta das 11h30, a vítima foi abordada pela vizinha, seu companheiro e, supostamente, o filho do companheiro, enquanto limpava o quintal de casa. Conforme relato da família, o trio chegou mandando o homem sair do local, que prontamente respondeu que não. Foi então que houve luta corporal, onde José foi agredido a pauladas, levando cortes profundos na cabeça e testa. Neste momento, o professor, de acordo com o boletim de ocorrência, ouviu barulho de arma de fogo e caiu no chão. Não há constatações de quem efetuou o disparo, mas, familiares afirmam que foi o enteado da agressora. Os três agressores correram do local, entraram em um Siena Preto e fugiram.

Depois disso, ainda confuso com o acontecido, José foi até o portão pedir ajuda. Neste momento, coincidentemente, o ex-marido da agressora, amigo que vendeu a casa para Chico, chegou, prestou socorro e o levou para o Hospital Morro dos Milagres. Com o proceder da situação, o colega da vítima foi até a 125ª DP (São Pedro da Aldeia), onde afirmou ainda possuir a chave da casa da ex-esposa e entregou para as autoridades. A polícia prosseguiu à casa dela e, durante perícia, encontrou um coldre preto de arma curta e munições calibre 38. O Boletim de Ocorrência foi realizado e o material apreendido. O trio, desde então, segue foragido.

Enquanto isso, no hospital, José, que é hipertenso e diabético, passou por exames e realizou uma tomografia, constatando que nada foi afetado. Porém, nesta sexta-feira (10), a médica passou uma angiografia para que sejam investigados os vasos sanguíneos. A partir desse resultado que será decidida a cirurgia ou não da retirada do projétil, que está alojado na nuca dele. Por ora, a vítima, mesmo que nervosa, segue lúcida e conversa normalmente.

A reportagem entrou em contato com os acusados e, até o fechamento desta matéria, não recebeu retorno.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui