InícioRegião dos LagosRio das OstrasVacinação da Tríplice Viral volta a acontecer em todas as unidades de...

Vacinação da Tríplice Viral volta a acontecer em todas as unidades de saúde de Rio das Ostras

Crianças de seis a 11 meses devem ser vacinadas com a “dose zero”

Após a normalização da distribuição das doses da vacina Tríplice Viral pelo Ministério da Saúde, Rio das Ostras descentralizou a vacinação.

Com a chegada dos novos lotes da vacina, crianças de seis a 11 meses já podem receber a “dose zero” de intensificação e pessoas a partir de 12 meses que precisam iniciar ou completar o esquema vacinal. A vacina da Tríplice Viral é indicada para pessoas de seis meses a 59 anos, conforme situação vacinal avaliada pelo profissional da Saúde.

A Secretaria de Saúde reforça a necessidade das crianças de seis a 11 meses serem vacinadas o quanto antes nas unidades de saúde.

“Nesta faixa etária há risco de maior complicação e óbito em decorrência do sarampo. Por esse motivo é importante atualizar o cartão de vacinação. Crianças menores de um ano têm potencial maior de gravidade”, falou Natália Lopes, coordenadora de Imunização do Município.

Transmissão – O sarampo é causado por um vírus altamente transmissível. A contaminação ocorre quando a pessoa doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas.

Sintomas – Febre, manchas vermelhas pelo corpo, tosse, irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido são sinais de alerta. Os sintomas da doença podem aparecer em torno de três a cinco dias, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas, que em seguida se espalham pelo corpo.

Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de atenção e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de cinco anos de idade.

Complicações – Alguns grupos são mais vulneráveis aos sintomas mais graves e sequelas causadas pelo sarampo. No caso das crianças, elas podem desenvolver pneumonia, infecções de ouvido e encefalite. A pneumonia em decorrência do sarampo também é comum em adultos.

Já para as gestantes, o sarampo pode causar o parto prematuro e o bebê pode nascer com baixo peso. É importante que a mulher se vacine antes de engravidar, já que a dose é contraindicada durante a gestação.

Confira as unidades vacinadoras:

  • Unidade Básica de Saúde Jardim Mariléa – Rua Nova Friburgo, nº21, Jardim Mariléa
  • Estratégia de Saúde da Família Mar do Norte – Estrada da Praia, s/nº, Mar do Norte
  • Estratégia de Saúde da Família Cantagalo – Estrada Cantagalo s/nº, Cantagalo
  • Estratégia de Saúde da Família Rocha Leão – Rua Paulo Henrique Sarzedas, s/nº, Rocha Leão
  • Clínica da Família – Rua das Bromélias, s/nº, Âncora
  • Estratégia de Saúde da Família Cláudio Ribeiro – Rua Peperônia, s/nº, Âncora
  • Estratégia de Saúde da Família Âncora – Rua das Acácias, nº 615, Âncora
  • Estratégia de Saúde da Família Dona Ediméia – Avenida Linda, s/nº, Nova Esperança
  • Estratégia de Saúde da Família Nova Cidade – Rua Inajara, s/nº, Nova Cidade
  • Estratégia de Saúde da Família Recanto – Rua Abel Siqueira, s/nº, Recanto
  • Estratégia de Saúde da Família Operário – Rua Cantagalo, s/nº, Operário
  • Estratégia de Saúde da Família Cidade Praiana – Rua Santa Catarina, s/nº, Cidade Praiana
- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo