InícioBrasilURGENTE: 'Enem dos Concursos' é adiado em todo o país por conta...

URGENTE: ‘Enem dos Concursos’ é adiado em todo o país por conta das chuvas do RS, afirma site

Informação foi divulgada pelo CBN na tarde desta sexta-feira (3), após fonte do governo confirmar fato à jornalista Vera Magalhães

O Concurso Nacional Unificado (CNU), conhecido como ‘Enem dos Concursos’ será adiado em todo o Brasil, devido às fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul. A informação foi confirmada à comentarista do CBN Vera Magalhães, nesta sexta-feira (3), por uma fonte do governo. Ainda não há uma nova data definida para a realização das provas.

Segundo a jornalista, os ministros estavam divididos sobre adiar ou não a avaliação, por questões técnicas, pelos gastos extras e pelo risco de judicialização. A decisão ainda está passando pelos últimos ajustes e deverá ser divulgada oficialmente em coletiva de imprensa, com a ministra da Gestão e Inovação, Esther Dweck, a partir das 15h.

Edital não prevê adiamento

A decisão de adiar a avaliação não é simples, afirma Vera Magalhães, já que o edital não prevê adiamento, mesmo em caso de desastres naturais. Além disto, a prova não tem um banco de questões, como no Enem.

“E não é exatamente unificado, a data é unificada, mas você tem provas diferentes para diferentes cargos, sem um banco de provas. Então, para não realizar a prova só no Rio Grande do Sul e aplicar numa outra data só para os gaúchos, são cerca de 80 mil, teria esse problema. Como você garantir que uma prova feita sem um banco de questões tenha o mesmo grau de dificuldade da prova realizada para o resto do país?”, questiona.

Na noite de quinta-feira (2), o governo tinha anunciado que a prova seria mantida, até mesmo, no Rio Grande do Sul, apesar do pedido do governador Eduardo Leite pela suspensão do exame.

Rio Grande do Sul decretou estado de calamidade pública

Nessa quinta-feira (2), o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, decretou estado de calamidade pública, devido às chuvas no estado. O texto cita as ocorrências dos últimos dias, classificadas como desastres de nível 3, caracterizados por danos e prejuízos elevados, com perda de vidas e destruições. O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial e tem validade de 180 dias.

As chuvas deixaram ao menos 28 pessoas mortas no estado. De acordo com o último boletim da Defesa Civil, pelo menos 147 municípios já registram estragos em decorrência da chuva, e há ao menos 20 pessoas desaparecidas e 14,5 mil desabrigadas.

Dois alertas do Instituto Nacional de Meteorologia são válidos até sexta-feira (3). O último balanço das concessionárias de energia aponta que 367 mil pontos estão sem luz e pelo menos 556 mil têm água no estado. O estado enfrenta fortes chuvas desde segunda-feira (29) e previsão deve se estender até domingo (5).

Fonte: CBN

Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida.

Já atuou como apresentadora na Jovem TV Notícias, em 2021. Escreve pelo Portal RC24h há três anos e atua, desde julho de 2022, como repórter do Jornal Razão, de Santa Catarina.

É autora publicada, com duas obras de romance e mais de 500 mil acessos nas plataformas digitais.

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo