InícioSaúdeCovid-19Três casos de variante delta do coronavírus em Maricá são confirmadas pela...

Três casos de variante delta do coronavírus em Maricá são confirmadas pela SES

Além de Maricá, a variante também foi identificada em outros 11 municípios do estado, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES). Até agora, são 74 casos confirmados no RJ

O município de Maricá está entre as 12 cidades do estado do Rio com casos confirmados da variante delta, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES). De acordo com o levantamento, divulgado no último sábado (17), há três casos confirmados no município.

Segundo a SES, a confirmação foi possível devido aos últimos resultados do projeto Corona-Ômica-RJ, considerado um dos maiores do país, segundo a secretaria, e que realiza a análise mensal de cerca de 800 amostras de todo o estado.

Dados atualizados neste sábado registraram mais 63 casos da variante delta, do total de 380 amostras processadas. Agora, segundo o levantamento, são 74 casos em 12 municípios do Rio.

Além de Maricá, a variante também foi identificada em Duque de Caxias, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Mesquita, Niterói, Nova Iguaçu, Queimados. Em Seropédica, São João de Meriti e Rio de Janeiro, já havia sido identificado casos anteriormente.

De acordo com a SES, as secretarias municipais já foram notificadas e farão a investigação epidemiológica, com apoio do estado.

Ainda não há informações se esses casos estão sendo monitorados e se foram transmitidos dentro da cidade ou são casos importados.

“Independentemente da cepa do vírus ou linhagem, as medidas de prevenção e métodos de diagnóstico e tratamento da Covid-19 seguem os mesmos. Sendo assim, não há alteração nas medidas sanitárias já adotadas, como uso de máscaras e álcool em gel, lavagem das mãos e distanciamento social. Além disso, é importante que os municípios continuem avançando no processo de vacinação contra a Covid-19 e que a população retorne para receber a segunda dose. Estudos mostram que todas as vacinas disponíveis no Brasil são eficazes contra as variantes identificadas até o momento”, afirmou a secretaria de Saúde em nota.

O levantamento é uma parceria entre SES, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), Laboratório de Virologia Molecular da UFRJ, Laboratório Central Noel Nutels, Fiocruz e Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro.

*Com informações do G1.

Letycia Rocha
Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Editora no Blog Cutback e colaboradora no jornal O Dia.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content