InícioSaúdeCovid-19Saúde e ICTIM iniciam nova etapa da pesquisa Sentinela Maricá

Saúde e ICTIM iniciam nova etapa da pesquisa Sentinela Maricá

Um dos objetivos é medir a eficácia da vacinação aplicada até o momento em parte da população

Mais uma etapa da pesquisa Sentinela Maricá foi iniciada nesta segunda-feira (28) para continuar com a coleta de dados sobre a Covid-19 na cidade. Nela, os moradores responderam ao questionário e também passaram por testagem com exames de swab e sorologia. Os entrevistadores são todos agentes do Comitê de Defesa dos Bairros (CDB) e passaram por treinamento na Subsecretaria de Saúde.

As seis equipes, que contam ainda um aplicador para os exames, um agente comunitário de saúde e um motorista, circularam neste primeiro dia por bairros próximos ao Centro da cidade. Uma delas passou por Araçatiba, onde visitou moradores da parte alta do bairro. Um deles foi a engenheira civil Carolina Castro de Oliveira, de 35 anos, que revelou já ter sido contaminada pelo novo coronavírus e apresentou sintomas leves.

“Vejo que essa pesquisa é para nos ajudar, porque muita gente ainda não sabe como lidar com a doença e nem sabe como ela é severa. Ajuda a ter mais consciência”, avaliou ela. Mesma opinião tem o militar reformado Roberto Machado, de 61 anos, que também recebeu a equipe em sua casa. “É preciso que as pessoas estejam mais conscientes. Muita gente ainda não foi tomar a segunda dose, e tem que tomar. Acho esse trabalho muito importante”, afirmou.

A pesquisa Sentinela Maricá é uma parceria da Secretaria de Saúde com o Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação de Maricá (ICTIM), cuja meta é visitar 1.155 domicílios até o mês que vem em três ciclos de 385 cada. O coordenador da pesquisa e chefe de gabinete do ICTIM, Carlos Senna, disse que o grupo de trabalho fará uma nova avaliação dos resultados nesta semana. “Através do que coletarmos de informações, poderemos formar um perfil da estratégia a ser adotada na cidade no combate ao vírus”, explica.

O órgão reforça que os resultados não serão publicados, e sim utilizados internamente nas estratégias de combate à pandemia. As outras duas áreas cobertas pela pesquisa são o entorno de Inoã e Manoel Ribeiro, com base em dados fornecidos pelo censo de 2010 do IBGE.

Em cada residência, é escolhido para a testagem um morador acima de 18 anos com data de aniversário futura mais próxima ao dia da visita. Um dos objetivos é medir a eficácia da vacinação aplicada até o momento em parte da população.

Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida.

Já atuou como apresentadora na Jovem TV Notícias, em 2021. Escreve pelo Portal RC24h há três anos e atua, desde julho de 2022, como repórter do Jornal Razão, de Santa Catarina.

É autora publicada, com duas obras de romance e mais de 500 mil acessos nas plataformas digitais.

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo