Região dos Lagos fecha 2021 com saldo positivo de mais de 14,7 mil empregos, segundo a Firjan

Em dezembro, apenas Araruama e Iguaba Grande registraram saldo negativo de postos no mês

238

A Região dos Lagos acumulou saldo positivo de 14.739 postos de trabalho formais em 2021. A conclusão veio a partir da análise agregada de todos os setores econômicos (indústria, comércio, serviços e agropecuária) via plataforma Retratos Regionais, da Firjan. O melhor resultado do ano na região ficou com Araruama (+2.865) seguido de Rio das Ostras (+2.857).

Em 2020, por exemplo, a microrregião fechou o período com saldo negativo (-3.339). O recorte segue a atual divisão político-administrativa do estado e contempla os seguintes municípios: Araruama, Arraial do Cabo, Búzios, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Iguaba Grande, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Silva Jardim.

Análise estadual:

A Firjan aponta, também através da plataforma Retratos Regionais, que a construção civil criou 14.207 postos de trabalho no estado do Rio em 2021. O setor foi o maior responsável pela recuperação das vagas perdidas na indústria fluminense em 2020 por conta da pandemia de Covid-19. Em seguida, com a geração de 6.297 postos de trabalho, vem o segmento de Manutenção, Reparação e Instalação de Máquinas e Equipamentos. Em 2021, a construção civil e os segmentos industriais tiveram saldo positivo de 36 mil vagas.

No setor de serviços, os principais destaques foram os segmentos de Restaurantes e Outros estabelecimentos de Serviços de Alimentação e Bebidas, com 12.147 vagas, e Serviços Combinados de Escritório e Apoio Administrativo, com 6.009 vagas. O saldo do setor de serviços, o mais impactado em 2020 pela pandemia, foi de 98,5 mil postos de trabalho em 2021. Os setores do comércio e da agropecuária também fecharam o ano com saldo positivo, de 42,3 mil e 1,3 mil, respectivamente.

O resultado dos setores fez com que o estado do Rio encerrasse 2021 com saldo positivo de 178,1 mil postos de trabalho, recuperando as mais de 150 mil vagas perdidas em 2020. Todas as regiões fluminenses registraram saldo positivo em 2021. A Capital foi responsável pela criação de 81,4 mil vagas, seguida pelo Leste Fluminense (+32,4 mil) e pelo Norte Fluminense (+16,7 mil). Entre os municípios, 89 dos 92 tiveram saldo positivo.

Plataforma Retratos Regionais:

A plataforma Retratos Regionais da Firjan tem como base o saldo de empregos formais disponibilizados no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em painel setorial são disponibilizados dados específicos dos setores industriais. Em painel regional, que também permite a busca por município, é apresentado o cenário geral de empregos, incluindo todos os grandes setores. A plataforma pode ser acessada através deste link.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui