InícioEstadoRegião dos LagosPrefeitura de São Pedro da Aldeia orienta população sobre período de reprodução...

Prefeitura de São Pedro da Aldeia orienta população sobre período de reprodução dos gambás

Guarda Ambiental aldeense realiza o resgate de animais silvestres e deve ser acionada 

Com a proximidade da primavera, que começa no dia 22 de setembro, espécies nativas silvestres entram no período reprodutivo. Muitos desses animais vivem próximos a centros urbanos e, nesta época, tornam-se mais lentos e vulneráveis por cuidarem de seus filhotes. Esse é o caso dos gambás, marsupiais vistos com frequência em áreas residenciais e comerciais de São Pedro da Aldeia.

 No último mês, de acordo com a Guarda Ambiental, foram realizados 21 resgates no município aldeense. Do total, sete fêmeas eram mães com seus filhotes e quatro ocorrências atenderam filhotes órfãos. Por se tratar de um animal com hábitos noturnos, é comum que circulem durante a noite em busca de árvores frutíferas e até lixeiras com material orgânico acessível. Os gambás em boas condições de saúde são devolvidos à natureza em locais mais afastados da área urbana. 

Eles podem não ter uma beleza padrão, mas a aparência não é motivo para cara feia. A Secretaria de Meio Ambiente ressalta que esses animais não são nocivos aos seres humanos, pelo contrário. Eles possuem valor ecológico, já que ajudam a disseminar sementes, e colaboram para o controle populacional de pequenos invertebrados considerados pragas, como baratas e carrapatos. As maiores defesas desse marsupial são fingir-se de morto e exalar o tão temido cheiro desagradável. 

De acordo com Thaian Carvalho, agente da Guarda Ambiental, os gambás adultos frequentemente sofrem ataques de cães, atropelamentos e violência gratuita por parte das pessoas, o que faz com que filhotes também sejam resgatados desacompanhados. “Algumas vezes os filhotes estão órfãos. As mães morrem após ataques de cães e somos acionados para o resgate da cria”, disse. 
Com consciência da importância desses marsupiais, é possível que a população conviva amigavelmente com a espécie. O cidadão que encontrar um animal silvestre ferido ou em situação de perigo deve acionar a Guarda Ambiental do município por meio do telefone 153. Animais silvestres são protegidos por Lei Federal (Lei 9.605/1998) e devem ser respeitados.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content