InícioRegião dos LagosCabo FrioPrefeitura de Cabo Frio envia Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2022...

Prefeitura de Cabo Frio envia Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2022 para a Câmara Municipal

Documento com a estimativa de receitas e despesas para o exercício financeiro do ano que vem será submetido à apreciação dos vereadores

A Prefeitura de Cabo Frio já enviou à Câmara Municipal de Vereadores o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para o ano de 2022. O documento, com a estimativa de receitas e despesas do município para o exercício financeiro do ano que vem, será submetido à análise dos vereadores, que poderão propor emendas ao projeto original. Ao fim da tramitação, uma vez aprovado, o orçamento volta para sanção do prefeito José Bonifácio. O documento foi oficialmente protocolado na última sexta-feira (29).

Para o próximo ano, a proposta orçamentária da Prefeitura de Cabo Frio, de acordo com as estimativas de receitas e despesas, é de R$ 1.105.645.000,00, valor que é 25% maior do que o orçamento aprovado para este ano. Desse montante, a proposta contempla R$ 372.679.500,00 para área de Saúde e R$ 245.435.000,00 para a área de Educação.

Além da maior disponibilidade de recursos, o ano de 2022 será o primeiro em que a atual gestão municipal executará um orçamento elaborado por ela.

“Isso faz toda a diferença, na medida em que nos permite um planejamento mais preciso sobre o que o município terá em termos de recursos para implantação e manutenção de programas, pagamento de despesas correntes e investimentos”, explicou a secretária de Fazenda, Daniella Mendes.

Ainda dentro do planejamento estratégico e financeiro da Prefeitura de Cabo Frio, o Projeto de Lei Orçamentária Anual 2022 foi concebido seguindo as orientações das propostas elaboradas para o Plano Plurianual (PPA) 2022/2025 e da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2022, também formuladas pela atual gestão.

Desta forma, a proposta para a LOA 2022 pode ser considerada participativa, uma vez que foi derivada do PPA, cujo processo de elaboração teve a participação da sociedade, por meio de uma consulta pública realizada no último mês de junho. A iniciativa permite que a população opine sobre a destinação dos recursos públicos municipais.

Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida e pós-graduanda em Assessoria de Imprensa, Jornalismo Estratégico e Gestão de Crises pela Universidade Castelo Branco.

Já atuou como apresentadora na Jovem TV Notícias, em 2021. Escreve pelo Portal RC24h há três anos e atua, desde julho de 2022, como repórter do Jornal Razão, de Santa Catarina.

É autora publicada, com duas obras de romance e mais de 500 mil acessos nas plataformas digitais.

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo