InícioRegião dos LagosCabo FrioPrefeitura corta auxílio alimentação de coveiros em Cabo Frio

Prefeitura corta auxílio alimentação de coveiros em Cabo Frio

Às vésperas de Finados, categoria fica sem adicional de R$ 150 no salário; nesta terça (2), cemitérios da cidade funcionam entre 8h e 17h

A prefeitura de Cabo Frio cortou o auxílio alimentação dos coveiros do município, conforme denúncias recebidas pelo Portal RC24h nesta segunda-feira (1). Às vésperas do Dia de Finados, a categoria deixa de receber o adicional no salário, com valor de R$ 150.

Ainda segundo informações, os profissionais contratados também não estão recebendo o adicional de insalubridade. “Uma covardia”, diz a denunciante.

Em meio à polêmica, o município divulgou que os serviços de reparo e limpeza foram intensificados durante todo o fim de semana para recepcionar os visitantes nas unidades da cidade.

Segundo a prefeitura, mais de 9 mil pessoas devem passar pelos cemitérios Santa Izabel, no Portinho; Jardim dos Eucaliptos, no Jardim Esperança; e do Araçá, em Tamoios, que vão funcionar entre 8h e 17h, nesta terça-feira (2).

PREFEITURA EMITE NOTA

Em nota encaminhada pela Secretaria Adjunta de Comunicação, a Prefeitura de Cabo Frio disse que os coveiros que não receberam o benefício do auxílio alimentação estão sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Administração. Leia na íntegra, como segue:

A Prefeitura de Cabo Frio informa que os coveiros que não receberam o benefício do auxílio alimentação estão sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Administração e cada caso será resolvido tão logo se conclua a verificação da folha de pagamento. Caso venha a se confirmar a inconsistência no lançamento do benefício, o mesmo será corrigido dentro do mês em vigor.

MISSA DE FINADOS NA IGREJA SANTO INÁCIO

Na terça-feira (2), a Igreja de Santo Inácio, localizada na Fazenda Campos Novos, em Tamoios, vai receber uma missa, às 9h. O local foi recém revitalizado, e após anos de abandono recebeu nova pintura, reparos no telhado, na iluminação e no mobiliário, voltando a ter as tradicionais missas.

“Após a reforma nós voltamos a celebrar missa sempre no quarto domingo de cada mês, e depois de alguns anos vamos conseguir realizar a tradicional missa de finados, até pela presença do cemitério de escravos nas proximidades da Capela de Santo Inácio”, afirmou o padre João Batista.

Letycia Rocha
Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Editora no Blog Cutback e colaboradora no jornal O Dia.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content