InícioRegião dos LagosAraruamaPolícia prende duas mulheres ligadas à quadrilha de distribuição interestadual de drogas...

Polícia prende duas mulheres ligadas à quadrilha de distribuição interestadual de drogas na Região dos Lagos

Investigações tentam identificar outros integrantes da rede; material entorpecente vinha do Sul do país

A Polícia Civil prendeu duas mulheres integrantes de uma quadrilha de tráfico interestadual de drogas que atuava na Região dos Lagos, Rio de Janeiro. Em um intervalo de dois dias, ambas receberam tabletes de maconha pelos Correios, nos municípios de Araruama e Búzios. As presas serão encaminhadas à Central de Custódia da Capital onde ficarão à disposição da Justiça. O caso é investigado pela 72ª DP (São Gonçalo), que agora busca identificar o fornecedor e demais integrantes da quadrilha.

As drogas eram enviadas de Maringá, no Paraná, para o Rio de Janeiro através dos Correios e tinham como destino municípios da Região dos Lagos, como Búzios, Araruama e São Pedro da Aldeia. Segundo a polícia, nesses locais jovens meninas são aliciadas pelo tráfico para receber o material entorpecente e repassá-lo aos integrantes da quadrilha que ficariam encarregados de distribuir as drogas nas comunidades dominadas por uma das maiores facções na Região do Lagos.

Na última quarta-feira, policiais da inteligência da 72ª DP prenderam em flagrante uma delas, de 21 anos, no momento em que recebia uma carga contendo seis tabletes de maconha, numa agência dos Correios de Araruama. Dois dias depois, nesta sexta-feira, foi presa outra integrante, de 23 anos, em Búzios, com sete tabletes do mesmo entorpecente.

As duas mulheres, como apontou as investigações, fazem parte de um esquema de distribuição de drogas comandado de dentro do Complexo Penitenciário de Bangu, por integrantes da maior facção criminosa do Rio.

A carga de maconha recebida em Araruama, na última quarta-feira, foi negociada por Paulo Vinícios Andrade dos Santos, vulgo PL, da Comunidade do Mutirão, da própria cidade. PL faz parte da facção e está custodiado em Bangu, no Presídio Alfredo Tranjan. Ele tem anotações criminais por tentativa de homicídio, roubo e tráfico de drogas.

Já o entorpecente recebido na última sexta-feira, em Búzios, foi adquirido por Diogo de Paula Silva, vulgo “DG ou Professor”, chefe do tráfico de drogas na Comunidade Cem Braças, no município. Ele está custodiado na Penitenciária Muniz Sodré, e possui anotações criminais por roubo e tráfico de drogas.

*Com informações dO GLOBO.

MTb 0022570/MG | Coordenadora de Reportagem | Site do(a) autor(a)

Pós-graduada em Jornalismo Investigativo pela Universidade Anhembi Morumbi; e graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida.

Atuou como produtora/repórter na Lagos TV, Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo, apresentadora na Rádio Costa do Sol FM e editora no Blog Cutback. É repórter no Portal RC24h desde 2016 e coordenadora de reportagem desde 2023, além de ser repórter colaboradora no jornal O Dia/Meia Hora. Também é criadora de conteúdo para a Web 3.0 na Hive.

Vencedora do 3º Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental, na categoria web.

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo