Início Covid-19 Pessoas com deficiência e comorbidades começam a ser vacinadas em Maricá

Pessoas com deficiência e comorbidades começam a ser vacinadas em Maricá

Quem for se vacinar deve apresentar laudo ou receita médica para comprovar a necessidade especial

A Secretaria de Saúde de Maricá iniciou nesta quarta-feira (28), a vacinação voltada para pessoas a partir de 59 anos com deficiência ou com as comorbidades que constam do Plano Nacional de Vacinação – doença renal crônica, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, diabetes, hipertensão arterial grave, anemia falciforme, câncer e obesidade mórbida, entre outras. Todos os dez locais de imunização estão aplicando a primeira dose para este público no mesmo horário da vacinação geral.

Quem for se vacinar deve apresentar laudo ou receita médica para comprovar a necessidade especial. De acordo com a Coordenadoria de Imunização, a procura por parte deste público foi bem pequena no primeiro dia, que foi voltado para as mulheres. Um exemplo foram os dois locais de vacinação do Centro da cidade (Aeroporto e posto de Saúde da Família Central), onde não havia filas de espera e quem chegava era logo vacinado.

Com hipertensão e diabetes, a instrumentadora hospitalar Ana Paula Abrahão da Silva falou sobre a espera pela vacina que tomou no Aeroporto. “Enquanto não chegava, fiz o que tinha de fazer: fiquei em casa tomando todos os cuidados. Mas agora estou finalmente imunizada”, celebrou ela, que tem 59 anos e mora em Jacaroá.

No PSF Central, a procura maior foi de pacientes que sofrem também de hipertensão, como a auxiliar de limpeza Elza Cotrim Abreu, de 59 anos, que mora no Flamengo. “Agora vou aguardar a segunda dose para ficar mais tranquila”, afirmou ela, que se vacinou pouco depois da atendente Maria José Teles da Rocha. “De qualquer maneira, é preciso se preservar”, aconselhou a moradora de Araçatiba, de 64 anos.

A vacina aplicada nesta etapa é a da Oxford AstraZeneca, cujo intervalo entre as doses é de 8 a 12 semanas. Nesta quinta-feira (29), a faixa etária para deficiência e comorbidades também será a dos 59 anos em diante, agora para os homens.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -

Mais Lidas

Skip to content