Pais de Araruama denunciam transporte escolar: “Um ônibus que comporta 45 crianças teve que carregar 80”

Em nota, a prefeitura do município afirma desconhecer da denúncia

506

O retorno às aulas presenciais foi algo muito esperado pelos pequenos. Apesar disso, os responsáveis continuam com uma preocupação pertinente: “os municípios realmente estão preparados para esse retorno?” Em Araruama, no início desta semana, pais denunciaram o pequeno número de transportes escolares. “Um ônibus que comporta 45 crianças teve que carregar 80, pois não tinham mais veículos para fazer a rota”, relata uma mãe.

Imagens mostram a grande quantidade de crianças fora do veículo.  Além dos riscos de se contaminar com Covid-19, os responsáveis contam que as crianças precisaram ir em pé. “Queremos nossas crianças sentadas”, afirma a denunciante.

Além disso, afirma ainda que os motoristas não queriam conduzir uma segunda viagem, fazendo com que o número de pequenos dentro do veículo quase dobrasse. “Meu filho chegou à escola depois do horário! Isso porque parei outro ônibus, que não era a rota dele, mas fez o favor de leva-lo junto e os demais que estavam no nosso ponto”, conta.

A situação, conforme afirmam os pais, foi tão tensa que bombinhas foram jogadas de dentro do veículo. “Inauguração de escola é maravilhoso, mas precisa dar assistência e suporte para os demais”, conclui a denunciante.

Em nota, a prefeitura de Araruama afirma desconhecer a denúncia. Diz ainda que “os ônibus escolares estão rodando normalmente para realizar o transporte dos alunos da rede pública municipal, inclusive vão acompanhados de monitores”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui