InícioRegião dos LagosCabo FrioOperação fecha pontos de abastecimento clandestino de água em Cabo Frio 

Operação fecha pontos de abastecimento clandestino de água em Cabo Frio 

Com apoio da Prolagos, Inea flagra centrais que abasteciam caminhões-pipa de maneira irregular 

Passada a virada do ano, as ações do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para coibir a captação e venda irregular de água prosseguem na Região dos Lagos. Logo no primeiro dia útil de 2024, nesta terça-feira (2), foi realizada uma nova operação para desmontar um esquema clandestino de abastecimento de caminhões-pipa, em dois locais no bairro Jardim Esperança, em Cabo Frio. Motivada por denúncias anônimas, a ação teve o apoio da Prolagos e do Comando de Polícia Ambiental, da Polícia Militar. 

No primeiro ponto, na Rua Abel Gomes dos Santos, foram encontradas quatro ligações clandestinas à rede de abastecimento e uma cisterna de 50 mil litros. A fiscalização apreendeu uma bomba hidráulica e um caminhão-pipa de 10 mil litros. Em seguida, as equipes estiveram em outro imóvel, na Rua D, onde foram flagradas quatro ligações clandestinas à rede, um poço e uma cisterna de 200 mil litros. Os fiscais do Inea apreenderam duas bombas hidráulicas e um caminhão-pipa de 10 mil litros. Ambos os locais foram interditados, mas os proprietários fugiram ao avistarem a fiscalização. 

Somados os dois pontos, a perda estimada é de cerca de 18 milhões de litros por mês, quantidade suficiente para abastecer 1.500 famílias pelo mesmo período.  

Ligações clandestinas causam grande impacto no abastecimento de toda a região, principalmente, em momentos como o atual, de alta temporada, em que a população flutuante na região ultrapassa a marca de 1,5 milhão de pessoas, gerando aumento no consumo. A prática ilegal acarreta perdas e impede o funcionamento do sistema de distribuição de água na sua plenitude. 

É possível denunciar por meio do Linha Verde, nos telefones 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), 2253-1177 (capital), no aplicativo para celular “Disque Denúncia Rio”, onde usuários com sistema operacional Android ou iOS podem denunciar anexando fotos e vídeos, com a garantia de anonimato. 

Coordenadora de Reportagem na Portal RC24h | Site do(a) autor(a)

Pós-graduada em Jornalismo Investigativo pela Universidade Anhembi Morumbi; e graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida.

Atuou como produtora/repórter na Lagos TV, Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo, apresentadora na Rádio Costa do Sol FM e editora no Blog Cutback. É repórter no Portal RC24h desde 2016 e coordenadora de reportagem desde 2023, além de ser repórter colaboradora no jornal O Dia/Meia Hora.

Vencedora do 3º Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental, na categoria web.

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo