InícioDestaqueNecropsia aponta que menina esfaqueada pela mãe ainda estava viva ao ser...

Necropsia aponta que menina esfaqueada pela mãe ainda estava viva ao ser jogada no mar em Macaé

Manoela Minuto Aguiar, de apenas 3 anos, foi encontrada morta na areia da Praia do Barreto na manhã deste domingo (28); Karine da Silva Minuto, de 25, foi autuada e presa em flagrante por homicídio consumado

Manoela Minuto Aguiar ainda estava viva quando foi jogada no mar da Praia do Barreto, em Macaé, na manhã deste domingo (28), pela própria mãe, após ter sido esfaqueada. É o que aponta o laudo da necropsia realizada pelo Instituto Médico Legal (IML) macaense, que constatou que a causa da morte teria sido por afogamento. A princípio, a suspeita era de que a menina, de apenas 3 anos, teria sido morta pelos golpes de faca desferidos por Karine da Silva Minuto, de 25 anos.

O corpo da criança foi localizado por um bombeiro militar, logo depois que a mulher disse ao pai que “Manoela está no céu”. O avô da menina foi quem reconheceu o cadáver, ainda durante a manhã, na praia.

Durante um depoimento na Delegacia de Rio das Ostras (128ª DP), o homem disse que teria ido a casa da filha, porque nos últimos dias ela apresentava descontrole emocional. Ao não localizá-la na residência, ele saiu do local e, passando pelo bairro Barra Mares, encontrou Karine sozinha pedalando uma bicicleta e questionou onde a neta estaria.

A mulher confessou que teria matado a própria filha e, em seguida, jogou o corpo de Manoela no Rio Macaé. O avô acionou o Corpo de Bombeiros e, juntos, foram até o local indicado pela assassina, onde receberam a informação de que um cadáver de uma criança havia sido encontrado no Barreto.

Karine chegou a confessar o crime também à Polícia Militar, mas, durante o interrogatório na delegacia, preferiu se manter em silêncio.

De acordo com a Polícia Civil, a autora do crime dividia a guarda da menina com o ex-marido, pai da criança. Ele também prestou depoimento na distrital, onde relatou ter deixado a criança na manhã desse domingo com a mãe e logo depois teria recebido uma ligação do ex-sogro informando que a filha estaria andando sem a neta.

O pai da vítima foi à delegacia de Macaé para registrar o desaparecimento da filha, quando recebeu a notícia de que o corpo havia sido encontrado.

A acusada foi autuada e presa em flagrante por pelo crime de homicídio consumado, conforme o delegado da 128ª DP, Victor de Azevedo.

Letycia Rocha
Pós-graduanda em Jornalismo Investigativo pela Universidade Anhembi Morumbi; Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Editora no Blog Cutback e colaboradora no jornal O Dia. Vencedora do 3º Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental, na categoria web.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content