Navio de cruzeiro que estava na Região dos Lagos chega ao Rio com cerca de 20 casos de Covid

MSC Preziosa divulgou nota confirmando casos. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Rio, todos os contaminados e as pessoas que tiveram contato com eles estão em isolamento a bordo

1794
Imagem: Reprodução/TV Globo

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou que há cerca de 20 casos confirmados de Covid no navio MSC Preziosa, que atracou na manhã deste domingo (2) no Píer Mauá. A embarcação veio de Búzios. Todas as pessoas e quem teve contato com elas estão em isolamento a bordo, segundo a nota da secretaria.

O Centro de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde do Rio e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) farão uma investigação epidemiológica no navio (Leia a íntegra abaixo).

“Em contato com a ANVISA, a Secretaria Municipal de Saúde foi informada de que há cerca de 20 casos confirmados de covid-19 no navio MSC Preziosa e de que foi liberada a atracação da embarcação no Porto Rio, na manhã deste domingo (2). Todos os pacientes, assim como os cerca de 35 a 40 contactantes, estão cumprindo isolamento a bordo.

O Centro de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde (CIEVS) do município já recebeu e analisou o Livro Médico de Bordo e realizará a investigação epidemiológica em conjunto com a ANVISA assim que a embarcação estiver devidamente atracada, a fim de determinar o cenário epidemiológico da embarcação e tomar as medidas de prevenção e controle”, diz a nota da secretaria.

Na noite de réveillon, o navio ficou ancorado na Praia de Copacabana. Depois da virada do ano, ele seguiu direto para a cidade de Búzios, onde foram identificados os casos de Covid.

A empresa responsável pelo navio divulgou uma nota confirmando casos da doença a bordo:

Como parte da nossa rotina de monitoramento de saúde, que inclui testagens frequentes e diárias de 10% de todos os hóspedes e tripulantes do navio, ação que integra o protocolo de saúde e segurança definido e aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa, em linha também com o nosso protocolo global, identificamos um pequeno número de casos de COVID-19 entre as pessoas que estão a bordo do MSC Preziosa, que representa 0,6% do total da população a bordo. Todos os casos são assintomáticos ou com sintomas leves. Conforme definido pelo protocolo, isolamos imediatamente estas pessoas e seus contatos próximos em uma seção dedicada e separada do navio, em cabines com varanda, seguindo as medidas previstas para este tipo de situação.

As autoridades de saúde acompanham de perto as nossas operações e todas as informações relativas às suspeitas ou confirmação de casos são oficialmente informadas a elas. De acordo com o protocolo, os casos confirmados são desembarcados de forma segura para que retornem para suas casas ou fiquem em hotéis para fazerem o período de isolamento necessário.

Os casos identificados a bordo demonstram a eficiência do nosso protocolo, que contribui, inclusive, para que pessoas que estejam positivas para COVID-19 tenham conhecimento de seu resultado e evitem, assim, circular em suas próprias comunidades ou em destinos turísticos, uma vez que é provável que muitos desses casos não tivessem sido identificados sem um monitoramento adequado como o realizado.

A viagem do MSC Preziosa está sendo realizada normalmente e segue conforme o planejado. O nosso robusto protocolo de saúde e segurança, foi elaborado e implementado para mitigar o risco e preservar o bem-estar dos nossos hóspedes, de nossa tripulação e das comunidades que os navios visitam.

No momento do embarque, todos os hóspedes com 12 anos ou mais precisam apresentar comprovante de vacinação completa contra a COVID-19. Além disso, todos os hóspedes a partir de 2 anos precisam apresentar teste do tipo RT-PCR negativo feito até 72 horas ou teste de antígeno feito até 24 horas antes do embarque, bem como um questionário de saúde preenchido dentro das 6 horas anteriores ao início da viagem.

O procedimento de embarque foi reformulado com horários de chegada no porto pré-definidos e escalonados para gerenciar o fluxo de hóspedes e toda a tripulação possui o ciclo vacinal completo e é testada semanalmente, além de 10% da equipe ser testada diariamente.

No Brasil, os navios operam com a capacidade reduzida de 75% de ocupação, e durante a viagem, o distanciamento social entre grupos de viajantes e o uso de máscaras faciais em áreas públicas são obrigatórios. Espaços e ambientes públicos internos como, por exemplo, teatro, lounges, restaurantes, kids clubs também funcionam com capacidade reduzida.

No cenário atual, o cruzeiro é uma das opções de férias mais seguras do mundo, pois nenhum outro setor da indústria de viagens e turismo possui um protocolo tão completo e robusto para conter a propagação de doenças infecciosas.

Graças ao nosso protocolo de saúde e segurança foi possível retomar as nossas operações de cruzeiros em agosto de 2020, no Mediterrâneo. Desde então, recebemos cerca de 1 milhão de hóspedes para viagens seguras em todo o mundo.

Os navios MSC Seaside, MSC Preziosa e MSC Splendida permanecem com a programação inalterada dos seus futuros cruzeiros. Para consultar nosso protocolo na íntegra, acesse nosso site.

*Com G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui