Motoristas com placa de Cabo Frio podem perder gratuidade no estacionamento nas ruas

Está tramitando na câmara PL que permite cobrança a partir de uma hora de permanência nas vias públicas. O projeto está gerando polêmica e seguirá para audiência pública

1373

Como se não bastasse o aumento constante do preço de combustível e todo gasto que envolve um veículo, o motorista de Cabo Frio ainda enfrenta um novo golpe no bolso. Está tramitando na Câmara Municipal, um projeto de lei que pretende cobrar o estacionamento rotativo também para quem tem veículo com placa da cidade. O direito que é gratuito atualmente, corre o risco de ser perdido por conta do PL Nº 347, de 2021. Nele, veículos licenciados em Cabo Frio só terão a gratuidade concedida no período de hora e uma única vez ao dia.

O projeto, que trata da concessão do estacionamento rotativo no município, entrou em pauta na Câmara de Vereadores em maio de 2021 e seguiu para análise, sofrendo duas emendas de vereadores. O presidente da câmara, Miguel Alencar (UNIÃO), propôs uma audiência pública para debater junto à Associação Comercial, a imprensa e à sociedade civil organizada, quais emendas seriam necessárias antes da aprovação.

De acordo com Miguel, alguns comerciantes da cidade se posicionaram pedindo por mais rotatividade nas vagas em pontos movimentados da cidade, como no entorno da praça Porto Rocha, por exemplo. “Eles alegaram que as pessoas que trabalham no centro, acabam chegando de manhã cedo, deixam os carros nas principais vagas e ficam ocupando a vaga até o final do dia, então eles precisariam que a principal via da cidade tivesse uma rotatividade melhor”, afirma o parlamentar.

A partir desse argumento, a lei partirá para audiência pública no dia 13 de junho e voltará para a pauta da câmara com as emendas necessárias.

Moradora da cidade, Raquel Aguiar, acredita que a cobrança do estacionamento para morador é, além de um absurdo e inacreditável, reflexo da ‘ruína que está Cabo Frio’.

“É um absurdo. Nenhum imposto que a gente paga em Cabo Frio tem retorno, a cidade só tira da gente e nada volta para a população. Cada dia que passa está mais horrível. Se o prefeito ainda cobrasse alguma coisa que tivesse retorno pra população ainda ia, mas ele só cobra e a população só se ferra. A cidade que era uma das mais procuradas por turistas, não é mais, e sem a arrecadação do turismo, ele quer cobrar do cabo-friense. Daqui a pouco ele vai cobrar taxa para andar, taxa até para respirar em Cabo Frio”, lamentou.

Fonte: O Dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui