Moradores denunciam abandono da Praça de São Cristóvão, em Cabo Frio: “foi o pouco caso que deixou as coisas assim”

Em nota, a prefeitura afirma que, devido às condições orçamentárias do município, não está prevista a reconstrução do espaço

953

Muitos moradores de Cabo Frio, que passaram a infância brincando na Praça Alfredo Castro, conhecida como pracinha de São Cristóvão, reclamam do estado do local. Atualmente, o ambiente que possuía diversos brinquedos, se tornou um campo de mato e areia. Alguns foram retirados devido à falta de segurança e outros acabaram sendo quebrados. Além disso, quem insiste em passar um tempo no espaço, ainda corre risco de entrar em contato com dejetos de animais.

O problema não é atual. De acordo com um morador, que prefere não se identificar, a praça se degradou ainda mais no governo anterior, do ex-prefeito Adriano Moreno. O idoso, que reside no bairro há mais de vinte anos, explica que “foi o pouco caso que deixou as coisas assim”.

Há quem diga que o buraco é mais embaixo. Matheus Gomes, de 26 anos, conta que brincava no local durante a infância, mas que, com o vandalismo, além do descaso do poder público, a praça foi se ‘desfazendo’. “Vai gente grande brincar no balanço de criança, e quebra. Sobe no escorrega, e quebra. Agora o lugar, que era super agradável e divertido, não passa de um ponto de ônibus”.

Já uma mãe, que preferiu não ter o nome divulgado, fala que gostaria de levar sua filha para se divertir na pracinha. “Brinquei muito lá (na Praça de São Cristóvão) quando era menina. Tenho muitas memórias boas! Gostaria que minha pequena também as tivesse, mas é inviável, o ambiente se torna até perigoso da forma que está”, comenta.

Mas nada é para sempre. Segundo a prefeitura, a mudança no governo visa recuperar pontos importantes no local. Em São Cristóvão, Josenio Pacheco Filho, conhecido como Zeninho, foi designado para supervisionar o bairro. Ele, que está à frente da função há 11 meses, afirma que o trabalho tem sido árduo. “Quando chegamos aqui, a praça estava completamente abandonada, os banheiros não tinham como usar. Nós tivemos que recuperar tudo isso”, explica.

Além disso, Zeninho conta que já tirou do próprio bolso para contribuir com a revitalização do espaço. “Trabalhamos com o comércio daqui, da própria praça, tivemos ajuda de alguns amigos e até minha mesmo, tiveram vezes que comprei as coisas do meu dinheiro”, compartilha.

O Portal RC24h entrou em contato com a prefeitura, questionando sobre uma possível reconstrução do espaço. Em nota, o município informou que a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos realiza a manutenção da Praça Alfredo Castro, em São Cristóvão, constantemente. “Para este ano, devido às condições orçamentárias do município, não está prevista a reconstrução do espaço. Contudo, a Prefeitura tem realizado diversas ações como pintura, pequenos reparos e a limpeza do local, que fica sob a responsabilidade do supervisor do bairro”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui