Ministério da Saúde aprova primeiro medicamento contra covid no SUS

Decisão foi divulgada nesta sexta-feira (1º); baracitinibe é indicado para uso em pacientes internados com necessidade de uso de oxigênio

334

O Ministério da Saúde aprovou, nesta sexta-feira (1º), a incorporação do primeiro medicamento contra Covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS). O baracitinibe é recomendado para adultos internados que fazem uso de oxigênio por máscara ou por cateter nasal ou, ainda, de alto fluxo de oxigênio ou ventilação não invasiva. O Ministério ainda não detalhou quando o medicamento estará disponível na rede pública.

O baracitinibe passou pelo crivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em setembro do ano passado e na última quarta-feira recebeu aval para sua incorporação pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec).

Até o momento, a Anvisa já aprovou oito medicamentos para tratamento de Covid-19, dos quais dois tiveram a autorização de uso temporariamente suspensa e um teve sua permissão revogada.

Na quarta-feira, a Anvisa aprovou a autorização emergencial da pílula da Pfizer para tratamento da Covid-19. O “Paxlovid” é indicado para é indicado para pacientes adultos que não estejam fazendo uso de oxigênio, mas que tenham risco de progredir para quadro grave da doença. Ainda não há sinalização do Ministério da Saúde quanto à incorporação desse medicamento no SUS.

Com informações do Portal Exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui