Mesmo preso, ‘Faraó dos Bitcoins’ promete ‘comunicação direta’ com clientes prejudicados da GAS Consultoria

Perfil não explica como Glaidson vai responder às perguntas, já que se encontra privado de liberdade por decisão da Justiça

1479

Preso sob acusação de ter cometido crimes de gestão de organização financeira sem autorização, gestão fraudulenta e organização criminosa, Glaidson Acácio dos Santos promete responder pessoalmente às mensagens enviadas por clientes através de seu perfil pessoal no Instagram. Em um vídeo publicado na sexta-feira (22), a GAS Consultoria Bitcoin, empresa suspeita de crimes financeiros usando criptomoedas, promete abrir um canal de comunicação entre os clientes e o ‘Faraó dos Bitcoins’, para esclarecimento de “dúvidas”.

As perguntas e mensagens ao dono da GAS Consultoria poderão ser encaminhadas através de texto, áudio ou vídeo através do serviço de mensagens diretas da rede social. 

Apresentado como “canal da transparência” no vídeo publicado no perfil, a ideia é que o espaço se torne um canal aberto de comunicação entre Glaidson dos Santos e o público em geral. O perfil não explica como Glaidson vai responder às perguntas, já que se encontra privado de liberdade por decisão da Justiça.

Além dos clientes da empresa, veículos de mídia e qualquer pessoa que queira entrar em contato com o dono da GAS Consultoria poderá fazer contato. A promessa é de que todos questionamentos serão respondidos pelo próprio Glaidson.

Na tarde desta quinta-feira (28), o perfil que exibe a mensagem “verás que um filho teu não foge à luta” ao lado de uma bandeira do Brasil soma mais de 17 mil seguidores. E o vídeo com o anúncio do canal “Fale com o Glaidson” já acumula mais de 23 mil visualizações.

A grande maioria mensagens é de apoio à Glaidson de supostos clientes da GAS Consultoria e a confiança de que os valores devidos aos clientes serão ressarcidos futuramente. Alguns também relatam estar passando por dificuldades financeiras em função dos investimentos confiados à empresa e pedem que providências sejam tomadas para efetuar o ressarcimento.

*Com informações do Cointelegraph.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui