InícioSaúdeCovid-19Maricá retoma a 2ª dose da vacinação com a CoronaVac

Maricá retoma a 2ª dose da vacinação com a CoronaVac

Município garante vacinação de todas as pessoas que receberam a primeira dose há 28 dias ou mais na cidade e que ainda não tinham recebido a segunda dose

Após a intervenção da Prefeitura junto à Secretaria Estadual de Saúde, o município de Maricá recebeu nesta terça-feira (18) cerca de 3.320 doses da vacina Coronavac, além de 1.420 doses da vacina Astrazeneca, totalizando 4.740. Com a nova remessa o município retoma nesta quarta-feira (19) a 2ª dose da vacinação com a Coronavac nos postos de saúde e nas Unidades Volantes de Vacinação (UVV).

Serão nove pontos de vacinação, nas Unidades de Saúde da Família (USF) Centro, São José ll, Marinelândia, Barra, Chácara de Inoã, Inoã ll e Jardim Atlântico e nas unidades volantes do aeroporto e do Centro Administrativo de Itaipuaçu. O quantitativo de imunizantes da AstraZeneca será destinado à reserva técnica também para aplicação da D2. 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o quantitativo recebido desta vez do imunizante produzido pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac é suficiente para garantir a vacinação de todas as pessoas que receberam a primeira dose há 28 dias ou mais na cidade e que ainda não tinham recebido a segunda dose.

A pasta vem reiteradas vezes cobrando da Secretaria Estadual de Saúde e do próprio Ministério da Saúde que as remessas de imunizantes acompanhem a demanda real da cidade, o que não vem acontecendo desde o início da vacinação em função de critérios que o estado não esclarece. Na remessa anterior, o estado do Rio recebeu 90 mil doses do MS, mas enviou para Maricá apenas 642, inviabilizando qualquer planejamento. O quantitativo e a data de entrega também não são informados com antecedência. 

A rede de postos e a quantidade de imunizantes disponível é uma garantia de que não será necessário fazer nenhum sacrifício em busca da vacina. “Não será preciso madrugar. Amanhã a vacinação acontecerá em todos os polos e UVVs, de 9h às 16h”, destaca a secretária de Saúde, Simone Costa e Silva. “Haverá vacinas para todos”, garante.

O maior volume recebido nessa remessa está bem protegido, já que Maricá tem uma das estruturas mais modernas de armazenamento do estado. As vacinas ficam guardadas no recém-inaugurado centro de armazenamento que tem capacidade de acomodar todos os tipos de imunizantes, possuindo pelo menos 15 câmaras frigoríficas e câmaras de congelamento para assegurar a preservação dos imunizantes, principalmente àqueles que necessitam de armazenamento em temperaturas mais baixas.

O espaço conta, ainda, com sistema de autonomia para segurança nas câmaras, gerador e nobreaks — o que garante fornecimento de energia elétrica através de baterias por até 12 horas —, oferecendo, assim, segurança em eventuais quedas de luz. 

Letycia Rocha
Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Editora no Blog Cutback e colaboradora no jornal O Dia.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content