Maricá entra na última semana da campanha de vacinação contra a Influenza

Imunização desta semana abrange pessoas de 5 a 29 anos de grupos prioritários e conta também com repescagem geral àqueles que não se vacinaram nas datas estabelecidas

130

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou nesta segunda-feira (30), a última semana da Campanha de Vacinação contra a Influenza (gripe), com a imunização da população de 5 a 29 anos, de grupos prioritários, em todas as Unidades de Saúde da Família (USF), das 8h às 17h. Nesta etapa final, serão vacinados os seguintes grupos: povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades ou deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; Forças de Segurança e Salvamento; Forças Armadas; além de funcionários do sistema de privação de liberdade.

O município também segue com a repescagem geral da imunização, vacinando, até a sexta-feira (3), idosos, trabalhadores de saúde, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas (mães que tiveram filhos nos últimos 45 dias) que ainda não receberam a dose anual. A repescagem abrange ainda as pessoas dos grupos prioritários entre 30 e 59 anos, em todas as USF.

A secretária de Saúde, Solange Oliveira, reforçou a importância da população comparecer às unidades de saúde para se vacinar, ação com impacto coletivo e que diminui as chances de desenvolver formas graves da doença.

“É importante lembrar à população que a vacina contra a influenza deve ser tomada todos os anos e é fundamental para reduzir o risco de internações e mortes causadas pelo vírus, principalmente nas pessoas mais vulneráveis. Por isso, se você faz parte do público alvo e ainda não recebeu a sua dose, procure a unidade de saúde mais próxima e ajude a cidade a atingir a meta de 90% da população prioritária vacinada”, convocou.

 Documentos necessários para a vacinação

Para receber a dose do imunizante, é necessário apresentar a carteira de identidade e os seguintes comprovantes, de acordo com os grupos ao qual pertencem:

– Crianças: devem levar a caderneta de vacinação;

– Trabalhadores do transporte rodoviário, das forças de segurança e salvamento, ou portuários: devem apresentar identidade profissional ou crachá;

– Pessoas com doenças crônicas ou deficiência permanente (a partir de cinco anos de idade): é necessário apresentar a solicitação médica, com indicação da doença ou deficiência;

– Puérperas: mostrar a certidão de nascimento do bebê ou cartão do pré-natal ou cartão de vacinação do recém-nascido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui