InícioRegião dos LagosCabo FrioMãe faz vaquinha para pagar cirurgia de vesícula e hérnia do filho,...

Mãe faz vaquinha para pagar cirurgia de vesícula e hérnia do filho, em Cabo Frio

Vitor Hugo, de 43 anos, possui Síndrome de Down e é enquadrado no espectro autista. Ele tem crises de dor intensa e precisa de R$ 10 mil para realizar um procedimento menos invasivo

Uma técnica de enfermagem de Cabo Frio deu início a uma campanha de arrecadação de dinheiro para pagar a cirurgia do filho especial. Leila Corrêa está desempregada e precisa dessa ajuda financeira para realizar um procedimento menos invasivo em Vitor Hugo, de 43 anos, que possui Síndrome de Down e é enquadrado no espectro autista. Recentemente, a família descobriu ainda que ele está com uma hérnia epigástrica e, para piorar, pedras na vesícula.

Mesmo sendo adulto, Vitor é totalmente dependente da mãe. Além das crises noturnas agressivas, cujo não tem controle, e dos quatro remédios controlados que ele toma diariamente para minimizar essas crises, ele tem sofrido também com dores intensas. “não temos dormido direito, pois ele sente dor constantemente”, conta Leila.

A cirurgia oferecida de graça pelo Sistema Único de Saúde (SUS), é muito invasiva. De acordo com a mãe, nela os médicos teriam que abrir a barriga inteira para remover a vesícula e colocar tela para operar a hérnia. “Por ser uma criança muito ativa e pelas crises noturnas, Vitor teria um pós-operatório longo e complicado para mantermos ele inerte e dopado na cama”.

Já pela rede particular existe a possibilidade de fazer uma cirurgia onde o procedimento acontece por vídeo, o que deixaria apenas três pequenos cortes na barriga e o pós-operatório seria bem mais breve e tranquilo, mas ela custa em torno de R$10 mil.

A técnica em enfermagem está desempregada há dois anos. Ela vive com o marido e com os outros quatro filhos, que também não estão trabalhando atualmente. A família vive apenas de um auxílio do INSS, no valor de um salário mínimo, e de ajuda de amigos.

Leila pede ajuda de qualquer valor para salvar a vida do filho. A vaquinha foi criada através de um site específico para esse tipo de campanha, mas doações também podem ser feitas através de pix, pelo número de telefone 5521999223308. Ela também disponibilizou as redes sociais, onde mostra mais informações sobre o caso: Facebook: https://www.facebook.com/leilacorrealoira e Instagram: @leilacorrealoira

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content