InícioRegião dos LagosMacaéMacaé: Abandonado há anos e pouco utilizado, Terminal Lagoa é desmontado

Macaé: Abandonado há anos e pouco utilizado, Terminal Lagoa é desmontado

A estrutura, na entrada do bairro Pecado, foi pouco utilizada para o objetivo original: a integração no transporte público.

Depois de anos interditado, a Prefeitura de Macaé está desmobilizando definitivamente o Terminal Lagoa. O objetivo, segundo o município, é acabar com o perigo iminente no local, devido à corrosão estrutural, e que estava sendo utilizado indevidamente para abrigo de moradores em situação de rua. De acordo com a prefeitura, um estudo está sendo feito para definir uma destinação para este espaço urbano. Uma das ideias é utilizá-lo para ser uma base de órgãos municipais, como Mobilidade Urbana, Ordem Pública e Defesa Civil. Próximo a esse terminal, existe um ponto para atender os usuários do transporte coletivo urbano.

Após o envio do histórico pela Secretaria Adjunta de Defesa Civil sobre o Terminal Lagoa, que apresentava, entre outras coisas, desestruturação da cobertura, vigas de sustentação em processo corrosivo e desprendimento de luminária, a Secretaria de Mobilidade Urbana iniciou a desmobilização na última semana.

A estrutura, na entrada do bairro Pecado, foi pouco utilizada para o objetivo original: a integração no transporte público e é, notadamente, uma das obras faraônicas que se tornaram “elefantes brancos”, junto com outros dois terminais – Novo Hospital e Barra – que já desapareceram. O Parque da Cidade, outro marco do boom dos royalties do petróleo, também está em decadência da mesma forma que outras estruturas como o Terminal Central, que precisou ser completamente refeito há menos de um ano, e o Ginásio Municipal.

De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana, Jayme Muniz: “Uma série de ações conjuntas do governo municipal está sendo conduzida para dar mais conforto e segurança ao usuário do transporte público. Com a ampliação da frota de ônibus em 80% em relação ao que tínhamos no início de janeiro, em breve, estaremos instalando novos abrigos de ônibus e recuperando outros. Também continuamos pressionando a concessionária responsável pelo transporte coletivo urbano para que cumpra, à risca, o contrato que está em vigor”.

A melhoria da qualidade do transporte também vai contemplar a alteração e criação de outras linhas de ônibus. “Esse é um compromisso e uma prioridade do governo municipal: melhorar o transporte público no município”, completa Muniz.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content