Laudo médico aponta que turista foi atingido por bala de borracha no olho durante tumulto na Praia do Forte, em Cabo Frio

Lucas Alves, de 19 anos, foi transferido para o HERC, em Araruama, onde passou por uma cirurgia; família acusa PM de ter efetuado o disparo

3282
jovem

Um laudo médico emitido nesta quarta-feira (29) afirma que o jovem turista de 19 anos, Lucas Alves, foi atingido por uma bala de borracha no olho esquerdo durante um tumulto na Praia do Forte, em Cabo Frio, na mesma noite.

O rapaz, que é morador de Belo Horizonte, em Minas Gerais, estava na areia da praia, com amigos, quando a confusão começou, durante uma operação realizada pela Polícia Militar e Guarda Municipal, para coibir o uso de caixas de som – utilizadas em desobediência ao Decreto Municipal. Os agentes fizeram uma intervenção, com “uso de instrumentos de menor potencial ofensivo, como granadas de luz e som”, além de bombas de efeito moral, como “gás lacrimogêneo”.

Um vídeo que circula nas redes sociais (assista abaixo) mostra o momento em que, possivelmente, a vítima foi atingida pelo disparo.

A família de Lucas acusa a Polícia Militar de ter atirado na direção do jovem e diz que ele ficou cego. Ele recebeu um pedido de encaminhamento para ambulatório de oftalmologia em Cabo Frio, para receber o acompanhamento pré-ambulatório. O laudo diz que o paciente foi vítima de “trauma perfurante do globo ocular esquerdo após explosão do globo ocular esquerdo após blunt trauma= bala de borracha”, sendo realizada “sutura de córnea e esclera”.

Já a PM, em nota, disse que ele “possivelmente ficou ferido ao ser atingido por garrafas de vidro e objetos que estavam sendo atirados contra a guarnição”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui