InícioRegião dos LagosCabo FrioJustiça do Rio manda bloquear quase R$ 250 mil do “Faraó dos...

Justiça do Rio manda bloquear quase R$ 250 mil do “Faraó dos bitcoins”

Clientes estão insatisfeitos com falta de pagamento de rendimentos

A Justiça do Rio de Janeiro segue recebendo pedidos para bloquear valores da empresa GAS Consultoria, criada pelo “Faraó dos Bitcoins” Glaidson Acácio dos Santos.

Durante o período em que funcionava, a GAS Consultoria captava clientes com a promessa de rendimentos fixados em 10% ao mês. Para obter essa soma, a operação sediada em Cabo Frio afirmava rentabilizar o dinheiro dos clientes em operações com Bitcoin no mercado de criptomoedas.

Contudo, em agosto de 2021, a Operação Kryptos deflagrada pela Polícia Federal prendeu Glaidson. Já em setembro, a GAS Consultoria deixou de pagar os clientes e chegou a colocar culpa na justiça.

Vários investidores agora estão desesperados com seus recursos presos, buscando um alívio na justiça para a situação.

Justiça do Rio manda bloquear R$ 250 mil da empresa do “Faraó dos Bitcoins”

Um investidor da GAS Consultoria ingressou na justiça após o pagamento dos rendimentos ser suspenso no mês de setembro. Aguardando pelo repasse que não veio, ele acabou levando sua situação para os tribunais.

Assim, a juíza Maria Cristina Slaibi, da 3.ª Vara Cível da Capital do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) analisou o caso e decidiu que há elementos que comprovem a visão apresentada pelo cliente da GAS.

O cliente, que investiu R$ 244 mil agora terá esse recurso bloqueado na 3.ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, que é onde tramita o caso contra a empresa, alvo da Operação Kryptos.

“Defiro a tutela de urgência para a reserva do valor de R$ 244.000,00 em favor do autor [nome oculto]. Oficie-se ao Juízo da 3.ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, nos autos de n.º 5003116-24.2019.4.03.6181, para a reserva do valor indicado acima. Instrua-se com cópia da exordial e da presente decisão.”

Em nota, a Justiça do Rio de Janeiro lembrou que Glaidson dos Santos é investigado por fraude e está preso. Para julgar este caso favorável ao cliente, a juíza entendeu que houve quebra de contrato, visto que não houve o pagamento do rendimento prometido ao cliente da possível pirâmide financeira.

Caso não é o único

Apesar de a sede da GAS Consultoria ser em Cabo Frio, clientes de todo Brasil acreditaram seu patrimônio a essa empresa, que está proibida pela justiça de oferecer qualquer serviço financeiro para clientes.

Assim, clientes do Distrito Federal ingressaram na justiça recentemente para pedir o bloqueio de valores, conseguindo uma decisão com urgência, que em apenas 4 horas expediu o mandado para arresto de mais de R$ 500 mil nas contas da empresa.

Esses casos mostram que a justiça segue de olho nos pedidos de clientes e mais casos seguem chegando ao judiciário brasileiro, com os pedidos deixando claro que a confiança no negócio segue abalada.

*Com informações do Livecoins/ TJRJ

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content