InícioRegião dos LagosArraial do CaboInvestimentos em saneamento vão levar mais água para Arraial do Cabo

Investimentos em saneamento vão levar mais água para Arraial do Cabo

Ampliação da rede de abastecimento operada pela Prolagos irá atender população de Pernambuca, Caiçara e Sabiá

Conhecida por suas belezas naturais e águas cristalinas, Arraial do Cabo irá receber R$ 73,8 milhões em obras de saneamento nos próximos cinco anos, que levarão mais qualidade de vida e saúde para a população da cidade. O planejamento da Prolagos, empresa da Aegea Saneamento, irá impactar, principalmente, os distritos cabistas com a chegada da rede de distribuição de água em Pernambuca, Caiçara, Sabiá, e construção da rede coletora de esgoto em parte de Monte Alto e Figueira.

Para atender cerca de 12 mil pessoas em Pernambuca, Caiçara, Sabiá e Rua Esperança, em Monte Alto, a concessionária irá implantar aproximadamente 105 km de rede de abastecimento até 2024. Como estes locais estão em um dos pontos mais distantes de onde é feita a captação e tratamento da água, em São Vicente de Paulo, distrito de Araruama, esta inciativa só poderá se transformar em realidade em função dos investimentos realizados pela Prolagos nos últimos anos, como a implantação de adutora (tubulação de grande porte para transporte de água) e a instalação de estações de bombeamentos ao longo do trajeto, o que ajuda a impulsionar o abastecimento para locais mais altos e afastados.

Para ampliar a oferta de água para os cabistas e turistas que procuram o “Caribe brasileiro” durante a alta temporada, também está prevista a construção de uma nova adutora com 8,5 km de extensão e a aquisição de dois reservatórios de água com capacidade estimada de 7,5 milhões de litros, pertencente à massa falida da Álcalis. Nos últimos anos, para integrar toda estrutura de reservação da Prolagos já existente, as unidades foram alugadas durante o verão como forma de minimizar os impactos provocados pelo consumo elevado.

Além da expansão do abastecimento, o plano também prevê melhorias no sistema de esgotamento sanitário do município. A proposta para os próximos anos é a adoção do modelo separador absoluto com a construção, por etapas, da rede coletora de esgoto para atender a 50% da população, em até cinco anos. Serão assentadas 28,4 km de redes separativas nos bairros Centro, Praia dos Anjos, Prainha, Vila Industrial, contribuindo com a preservação da Praia do Pontal, e parte de Monte Alto e Figueira. Em complemento, serão instaladas 5 estações elevatórias, unidades que pressurização o esgoto e ajudam a levá-lo até a estação de tratamento, e 1,9 km de rede para bombeamento.

As futuras ações foram apresentadas pelo diretor-presidente da concessionária, Pedro Freitas, nesta semana, para o secretário de Ambiente e Saneamento de Arraial do Cabo, Jorge Oliveira, representantes da prefeitura, e aos membros do Consórcio Intermunicipal Lagos São João (CILSJ), em reunião em São Pedro da Aldeia, com o objetivo de discutir as metas contratuais para o próximo quinquênio.

Letycia Rocha
Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Editora no Blog Cutback e colaboradora no jornal O Dia.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content