COVID-19 / Governador visita Hospital em Cabo Frio e anuncia arrendamento da unidade

1137

Anúncio no Hospital Unilagos reuniu autoridades de toda a região na tarde desta segunda-feira (22). Unidade deve entrar em funcionamento até na semana que vem

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), visitou o Hospital Unilagos nesta segunda-feira (22) e anunciou o arrendamento da unidade para tratar pacientes com COVID-19 da Região dos Lagos. A medida atende a pedido feito por prefeitos da região em reunião por videoconferência no domingo (21).

Em rápida entrevista ao Portal RC24h e Rádio Costa do Sol FM, Castro afirmou que é só resolver a papelada e botar o hospital para funcionar. O governador interino acredita que a unidade entre em funcionamento, no mais tardar, na semana que vem.

Cláudio Castro também contou que tem planos de utilizar os equipamentos do hospital de campanha de Casimiro de Abreu em algo para a população.

Quanto ao superferiado de dez dias, o governador interino explicou que publicará um decreto ainda nesta segunda proibindo o uso das praias no estado, com penalidade de multa para quem descumprir a determinação. O objetivo é de evitar o aumento de casos em regiões litorâneas, que estão apreensivos com a eminente chegada de turistas nesse período.

O governador chegou por volta das 14h30 ao hospital e foi recebido por prefeitos da região, como José Bonifácio (PDT), de Cabo Frio, Marcelo Magno (SDD), de Arraial do Cabo, Vantoil Martins (Cidadania), de Iguaba Grande, e Ramon Gidalte (Cidadania), de Casimiro de Abreu.

Nessa, que foi a primeira vez que visitou Cabo Frio, Castro estava acompanhado do secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Dr. Serginho (REP).

Além dos prefeitos, diversas autoridades da região estiveram presentes, como a vice-prefeita de Araruama, Raiana Alcebíades (PSC), e o secretário de Saúde de Armação dos Búzios, Dr. Marcelo Amaral. Diversos vereadores cabo-frienses, como Davi Souza (PDT), Vanderson Bento (PTB) e Vinícius Corrêa (PP), e o araruamense Elói Ramalho (PSD) também estiveram na unidade, assim como o advogado Pedro Canellas e o ex-deputado estadual Janio Mendes (PDT).

Antes da chegada do governador, o prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT), conversou com o Portal RC24h e ressaltou a união da Região dos Lagos e o apoio que recebeu de prefeitos vizinhos. Zé também afirmou que partiu de Cláudio Castro a iniciativa de visitar o hospital, se solidarizando com os problemas informados pelos prefeitos em videoconferência realizada de domingo.

“Essa atitude dele de sair do palácio e ter um olhar especial aqui para a Região dos Lagos é só manifestação de reconhecimento e agradecimento ao governador do Estado do Rio de Janeiro”, disse Bonifácio.

Sobre a questão do possível superferiado, de 10 dias, José Bonifácio afirmou já ter conversado com outros prefeitos da região, como Marcelo Magno (SDD), de Arraial do Cabo, na busca de soluções.

A intenção de Zé é “copiar” o sistema de identificação adotado e desenvolvido pela Prefeitura cabista para aperfeiçoar a fiscalização. De acordo com o prefeito, a equipe T.I. do Executivo cabo-friense já está trocando experiências com a de Arraial do Cabo para adotar o código de identificação na cidade mais populosa da Região dos Lagos.

Além de Arraial do Cabo, Zé afirmou que tomará medidas conjuntas com Búzios, São Pedro da Aldeia e Casimiro de Abreu e que, mesmo fora do fluxo de veículos que vêm da Via Lagos, o município governado por Vantoil Martins (Cidadania), Iguaba Grande, também estará envolvido nas ações.

Em relação a reunião com Castro no dia anterior, o prefeito de Iguaba relembrou ao Portal que o município está na bandeira vermelha de contágio da COVID-19 e que era grande a expectativa de que o governo do Estado concretize o arrendamento o Hospital Unilagos.

“Seguramente, será um ponto de apoio fundamental para as cidades da Região dos Lagos”, classificou Martins.

Sobre a reunião por videoconferência com Castro, Vantoil elogiou o governador e disse que ele está comprometido e sensível a tudo que está acontecendo na região.

“Nossas cidades vêm passando por momentos dificílimos e a reivindicação que fizemos [a Castro] foi, de pronto, muito bem recebida”, classificou Martins, afirmando que o governador interino também sinalizou que ajudaria na contratação de leitos, inclusive na rede privada.

Em relação ao superferiado, Vantoil já havia adiantado o que disse Castro sobre a proibição do acesso das pessoas as praias. “Isso será naturalmente um inibidor”, nas palavras do chefe do Executivo iguabense.

Vantoil contou que também recebeu uma ligação do prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), convidado-o para ingressar em uma força tarefa ao lado de prefeitos da Região com barreiras impeditivas para diminuir o número de pessoas do Rio capital e Região Metropolitana circulando na área da Costa do Sol.

POLÊMICA DO ANO PASSADO

O proprietário do Hospital Unilagos, Rogério Leopoldo, conversou com o Portal RC24h que, durante a requisição da unidade na gestão anterior, de Adriano Moreno (DEM), a Prefeitura deu calote e não pagou um centavo pelo espaço. O contrato, que durou quase um ano, previa o pagamento mensal de R$ 250 mil.

“Muita gente falou, os noticiários falaram, tentando investigar que nós recebíamos algum dinheiro da Prefeitura, mas nada disso aconteceu. Uma péssima informação que, muitas vezes, até a imprensa tem. Em vez de me procurar, publica a notícia na hora”, desabafou Rogério.

O empresário ainda revelou que “depeneram” o hospital durante o uso, com subtração de equipamentos e o hospital deixado “praticamente na miséria”.

As afirmações do empresário foram rebatidas por Adriano, que garantiu que os valores estão empenhados na secretária de Fazenda para que a Prefeitura pague. Quanto aos equipamentos, Adriano afirma que a acusação de subtração não procede e, inclusive, foi feito um checklist à época.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui