InícioCarnavalForça-Tarefa de Maricá aplica 346 notificações durante o Carnaval

Força-Tarefa de Maricá aplica 346 notificações durante o Carnaval

O feriado de carnaval foi de muito trabalho nas unidades de Saúde de Maricá, mas as unidades suportaram bem a demanda com equipes completas e totalmente abastecidas. Foram registrados 1.277 atendimentos no Hospital Municipal Conde Modesto Leal (Centro); 855 atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento de Inoã (UPA Inoã); 526 atendimentos no Posto de Saúde Santa Rita 24h (Itaipuaçu) e 29 atendimentos na Tenda de Emergência de Ponta Negra. Já nas tendas de COVID-19, o número de atendidos foi: 145 na tenda Upa; 174 na tenda Centro e 170 na tenda de Itaipuaçu. 

 Além disso, a Prefeitura realizou uma força tarefa de sexta à terça-feira, 12 a 16/02, para evitar aglomerações e a desobediência do decreto municipal que proibia a realização de festas. 

 A Secretaria de Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional (SEOP) realizou 346 notificações; 32 apreensões de veículos; averiguou 92 denúncias feitas pelo Disk SEOP. Além disso, 1296 pessoas receberam orientação sobre as medidas de combate ao coronavírus em todo o município e 5 conduções de pessoas à delegacia (82ª DP). O efetivo contou com cerca de 616 agentes, entre Guarda Municipal, Proeis e Seop. 
 

“Infelizmente muitas pessoas mostraram não ter consciência com a pandemia. Detectamos aglomerações e festas ‘clandestinas’. Nossas equipes trabalharam incansavelmente com o objetivo de minimizar os reflexos em leitos de hospitais lotados como efeito de aglomerações deste carnaval”, disse o secretário da Seop, Júlio Veras.

Dados da Secretaria de Trânsito, garantem que foram cometidas 140 infrações de trânsito. A maioria, em Ponta Negra e Itaipuaçu, por estacionamento na calçada (passeio). 

O efetivo contou com 60 orientadores divididos entre os turnos, sendo a maioria empregada durante o dia e dividos em Ponta Negra, Cordeirinho, Espraiado e Itaipuaçu (Recanto, Barroco e Rua 1).

Em Ponta Negra também foi realizada a divisão do trânsito em duas vias principais em mão única. E bloqueios foram necessários nos acessos à Cachoeira do Espraiado; ao Farol de Ponta Negra e ao Recanto de Itaipuaçu. 

Com 21 postos de salvamento nas praias, dois pontos de apoio e salvamento na Lagoa do Boqueirão e Orla Zé Garoto, além de 4 tendas de atendimento e identificação de crianças (Itaipuaçu, Barra de Maricá, Cordeirinho e Ponta Negra), a Defesa Civil atuou com 248 agentes; 4 quadriciclos e um barco. Foram 3333 atendimentos a frequentadores e turistas; 1537 crianças identificadas; 6917 prevenções no mar; 8 salvamentos e 1 afogamento com óbito.

 A Secretaria também ficou responsável pela sinalização, através de bandeiras espalhadas por toda extensão de areia, orientando os banhistas sobre as condições do mar. De sexta à terça-feira, dias 12 a 16/02, a Coordenadoria de Postura atuou na dispersão de 200 grupos que faziam churrascos na orla, às margens dos canais do Recanto e de Ponta Negra, nas lagoas e cachoeiras do Espraiado e do Silvado.

 Além disso, 150 ambulantes sem autorização foram retirados dos locais em que haviam se estabelecido e outros 20 foram intimados a comparecer à Coordenadoria de Postura para prestar esclarecimentos. Também foram removidos 100 acampamentos irregulares em áreas de preservação ambiental e derrubadas 10 construções igualmente irregulares erguidas na beira da praia, cujos proprietários foram notificados. 

 

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content