Exposição “Memórias do Carnaval” estreia nesta quinta (24) em São Pedro da Aldeia

Mostra reúne fantasias, adereços, pavilhões e fotografias de blocos e agremiações que marcaram a história da folia aldeense e da região

413

Em homenagem à maior festa popular do país, nesta quinta-feira (24) inaugura em São Pedro da Aldeia a exposição “Memórias do Carnaval”, na Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos. A mostra reúne dezenas de fantasias, adereços, pavilhões, abadás e fotografias de blocos e agremiações que marcaram a história da folia na cidade e na Região dos Lagos.

A visitação é gratuita, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, com limitação de entrada e uso obrigatório de máscara de proteção facial. Até o fim de março, os visitantes poderão conferir de perto peças de vestuário que já brilharam em desfiles da Portela, Imperatriz, Beija-Flor e Vila Isabel, além de fazer um passeio pela história de blocos carnavalescos tradicionais do município, como os Bonecões e Os Camisolas.

De acordo com o secretário municipal de Cultura, Thiago Marques, a proposta é resgatar lembranças da “época de ouro” e dos movimentos que entraram para a história do carnaval aldeense.

“Reunir 90 anos de história do carnaval em São Pedro da Aldeia é um grande desafio, mas graças ao empenho da equipe, e com a ajuda dos nossos parceiros, conseguimos reunir um material fantástico para honrar a memória dessa festa grandiosa e muito celebrada, que já faz parte da nossa cultura popular. Agradeço o apoio das Ligas de Blocos Carnavalescos de São Pedro da Aldeia e Cabo Frio, dos blocos Acadêmicos da Diversidade e Flor da Passagem, e de alguns dos guardiões da memória local, como o Ramon Gago, a Tatiana Musse e a Sandra de Badu, que gentilmente cederam peças de seu acervo pessoal”, destacou ele.

Além das fantasias que já foram destaque nas principais escolas de samba campeãs do Rio de Janeiro e em desfiles de agremiações de Cabo Frio, a exposição contará com um espaço especial dedicado à história do Bloco dos Bonecões, fundado em 2002 inspirado nos Bonecões de Olinda, e do bloco Os Camisolas, o mais antigo da cidade, criado em 1932. Outros 13 blocos carnavalescos também estão retratados em fotografias e nos antigos “abadás” – as camisetas usadas pelos foliões como o “passaporte” para o carnaval de rua. 

“A exposição é uma excelente oportunidade para matar a saudade e para as pessoas que não viveram aquela época poderem conhecer como era o carnaval na Região dos Lagos. Também estamos trazendo um pedacinho da Marquês de Sapucaí, com fantasias ricas em detalhes. Muitas pessoas que nunca foram ao Sambódromo, que só assistiram pela TV, agora terão a chance de ver de perto”, ressaltou a diretora de Cultura e coordenadora da mostra, Giselle Ruiz Lima. 

Vale lembrar que este ano, devido à instabilidade no cenário epidemiológico da Covid-19, estão proibidos eventos em comemoração ao carnaval em ambientes públicos de São Pedro da Aldeia. A medida foi estabelecida pelo decreto nº 012/2022. 

Em conformidade com o decreto nº 045/2022, a Casa da Cultura estará fechada na segunda-feira (28) e nos dias 1º e 2 de março (terça-feira de Carnaval e quarta-feira de cinzas). A visitação à mostra será aberta ao público normalmente a partir da próxima quinta-feira (3). O espaço funciona na Avenida Francisco Coelho Pereira, nº 255, no Centro da cidade. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui