InícioCovid-19Estado do RJ entrega mais de 325 mil doses de vacina contra...

Estado do RJ entrega mais de 325 mil doses de vacina contra Covid aos municípios neste sábado (19)

Rio, Niterói, São Gonçalo, Maricá e Itaboraí retiraram os imunizantes durante a manhã, na Coordenação Geral de Armazenagem, em Niterói. Para os outros 87 municípios, a entrega é realizada por caminhões e vans

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) realiza neste sábado (19) a entrega de 325.620 doses de vacinas contra covid-19 aos 92 municípios do Rio de Janeiro. A pasta vai distribuir 194.220 doses de vacina da Pfizer para a primeira aplicação e 131.400 da Coronavac, divididas entre primeira e segunda. Os municípios do Rio, Niterói, São Gonçalo, Maricá e Itaboraí retiraram os imunizantes na manhã deste sábado (19), na Coordenação Geral de Armazenagem (CGA) da SES, em Niterói. Para os outros 87 municípios, a entrega é realizada por caminhões e vans que começaram a sair da CGA às 8h, com escolta da Polícia Militar.

Em decisão conjunta com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) a pasta incluiu a imunização de lactantes, gestantes e puérperas sem comorbidades contra o novo coronavírus no Calendário Único de Vacinação do estado. A medida foi pactuada na quinta-feira (17), na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), e tem como objetivo garantir a uniformidade da vacinação no estado. O documento foi enviado aos municípios nesta sexta (18).

“Estamos trabalhando duro para organizar e acelerar o Calendário Único do estado dentro da realidade da programação de entrega de vacinas pelo Ministério da Saúde. Eu e a equipe da Secretaria de Saúde não vamos descansar até que toda população esteja imunizada”, disse o governador Cláudio Castro (PL).

De acordo com o secretário de Saúde, Alexandre Chieppe, até o momento, não há qualquer contra indicação na vacinação de lactantes. “As mulheres não precisam interromper a amamentação para serem vacinadas. Também não há contra indicações para a doação de leite materno. A imunização de lactantes já está elencada no Plano de Operacionalização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde. Por isso, pactuamos a inclusão imediata desse grupo no Calendário Único de Vacinação do estado”, explicou Chieppe.

Seguindo as orientações do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, a Secretaria incluiu ainda a vacinação de grávidas e puérperas sem comorbidade no cronograma de imunização. Mas, a vacinação deste público deverá ser condicionada à prescrição médica, após avaliação individualizada do médico.

As gestantes e puérperas com e sem comorbidades que ainda não tenham sido vacinadas contra covid-19 deverão ser imunizadas com as vacinas da Pfizer ou Coronavac. Aquelas que receberam a primeira dose da vacina Oxford/AstraZeneca deverão aguardar o término do período da gestação e puerpério (até 45 dias após o parto) para a administração da segunda dose do esquema vacinal.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content