InícioCabo FrioDENÚNCIA / Agência da Caixa Econômica continua aberta após surto de Covid-19...

DENÚNCIA / Agência da Caixa Econômica continua aberta após surto de Covid-19 em Cabo Frio

Funcionários afirmam que, mesmo com colegas testando positivo, o local não fechou para desinfecção

Servidores da Agência da Caixa Econômica Federal de Cabo Frio, localizada na Av. Assunção, no Centro, entraram em contato com o Portal RC24H para denunciar o funcionamento do banco sem desinfecção após funcionários testarem positivo para Covid-19.

Ao se dirigirem à superintendência para efetuar reclamação, obtiveram como orientação não alarmar os colegas, para que não tenham medo de se contaminar. “Já tiveram vários casos na agência e não fazem nada”, disse um funcionário, que preferiu não se identificar.

De acordo com informações, quem trabalha no local não pode contar com o plano de saúde dos funcionários, pois está suspenso. Portanto, os próprios empregados devem arcar com o custeamento dos exames e consulta.

O protocolo tomado pelo banco, em casos positivos de Covid-19, é de que o local seja fechado para sanitização e todos os funcionários que tiveram contato com o colega precisam ser testados. Se tiver sintomas, mesmo com resultado negativo, deve ficar afastado por 72h.

A Diretora de Políticas Sociais da FENAE (Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal), Rachel de Araújo Weber, pontua a “importância dos bancários estarem atentos ao cumprimentos das medidas e informarem seu Sindicato quando algum item não for cumprido”.

Em nota nesta quarta-feira (26), a Caixa informou que adota todas as medidas sanitárias recomendadas para prevenção à Covid-19, além de contar com protocolo de prevenção referência no setor. O banco esclareceu que a Agência Cabo Frio passou por higienização completa quando uma empregada testou positivo para a doença.

“A unidade segue funcionando com fluxo de pessoas no interior reduzido e limitado a 50% dos lugares e com higienização ampliada e frequente. A CAIXA informa ainda que todos os seus empregados contam com reembolso integral do valor para testagem de casos comprovadamente suspeitos de COVID-19 quando inexistir convênio habilitado na região”, finalizou.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content