InícioRegião dos LagosCabo FrioConfira imagens do dinheiro apreendido na casa de Glaidson, da GAS Consultoria

Confira imagens do dinheiro apreendido na casa de Glaidson, da GAS Consultoria

Empresário continua na sede da Polícia Federal na tarde desta quarta-feira (25); para transportar valor à sede da PF, foi necessário o uso de um carro forte

Barras de ouro, carros de luxo e uma quantidade de dinheiro em espécie tão grande que nem malas deram conta: foi necessário um carro forte para transportar, à sede da Polícia Federal, na Praça Mauá, os cerca de R$ 20 milhões encontrados na casa de Glaidson Acácio Santos, dono da GAS Consultoria, em Cabo Frio, preso na manhã desta quarta-feira (25) na operação ‘Kryptos’.

A empresa é suspeita de atuar em esquema de pirâmide no mercado de criptomoedas, movimentando “cifras bilionárias”, conforme a PF, e deixando investidores no prejuízo. Segundo as investigações, Glaidson, cujo histórico profissional era de garçom, movimentou em pouco tempo R$ 2 bilhões nas contas.

Ele foi preso em uma mansão no Itanhangá, na Zona Oeste do Rio. O volume de dinheiro vivo surpreendeu até os agentes que participam da ação: “Nem na Lava Jato”, disse um. Ainda de acordo com os agentes, a GAS também se apresentou como proprietária de R$ 6,9 milhões apreendidos em Búzios. Glaidson continua na sede da PF na tarde dessa quarta.

“Se pararmos para olhar dentro do quadro social brasileiro, R$ 20 milhões é uma quantia exacerbada. Mas não podemos afirmar que ela é oriunda de prática criminosa”, afirmou o advogado Thiago Minagé, que defende Glaidson. Ele é o mesmo advogado de Monique Medeiros, mãe de Henry do Borel e namorada de Dr. Jairinho.

“Não é nenhum crime ter um dinheiro em casa, a quantia sendo alta, ou baixa, desde que o dinheiro tenha origem lícita e seja de conhecimento dos órgãos competentes. Eu preciso que o cliente me passe as informações sobre o que foi apreendido. Ele diz que é lícito e me passará os documentos comprobatórios”, completou o advogado.

A operação da Polícia Federal em conjunto com o GAECO, do Ministério Público Federal, e com a Receita Federal, tem outros oito mandados de prisão, entre preventivas e temporárias. Cerca de 120 agentes estão nas ruas.

bitcoin

Segundo as investigações, a empresa GAS Consultoria é responsável por um esquema de pirâmide chamado ‘ponzi’, que prometia um “insustentável retorno financeiro sobre o valor investido”. Pessoas aportavam grandes quantidades de dinheiro no esquema, que prometia lucros de 10% ao mês sobre o valor investido.

A GAS Consultoria atua no mercado de criptomoedas. Nos últimos seis anos, as empresas envolvidas nas fraudes movimentaram cifras bilionárias e 50% da movimentação aconteceu no último ano, segundo a Polícia Federal.

Uma pessoa que se identifica como funcionário da empresa suspeita de pirâmide afirmou que os “trabalhos seguem normalmente”, por meio de áudios nas redes sociais.

Letycia Rocha
Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Editora no Blog Cutback e colaboradora no jornal O Dia.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content