Condenado por assassinato, defesa do ex-goleiro Bruno pede liberdade condicional

Atualmente, ele está em regime semiaberto domiciliar e mora em Cabo Frio.

905

A defesa do ex-goleiro Bruno, que foi preso pelo assassinato de sua ex-mulher, Eliza Samúdio, em 2010, entrou com pedido de liberdade condicional na Vara de Execuções Penais (VEP) no último sábado (16). Atualmente, ele está em regime semiaberto domiciliar e mora em Cabo Frio.

Na liberdade condicional, o réu não tem restrições de horário para chegar em casa, como ocorre na prisão domiciliar. Em contrapartida, ele fica obrigado a cumprir condições impostas pela VEP, como “obter ocupação lícita”.

O livramento condicional é a última “etapa” de cumprimento de pena antes do réu ficar definitivamente em liberdade, com o término da pena. Neste momento, também é possível sair da cidade onde mora sem precisar de autorização de um juiz.

Com informações do Jornal Extra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui