InícioDestaqueCASO MARILZA/ Laudo do IML aponta que idosa foi assassinada

CASO MARILZA/ Laudo do IML aponta que idosa foi assassinada

Marilza Marins, de 79 anos, foi vítima de asfixia por esganadura após fazer compras em Bacaxá

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que Marilza Marins, de 79 anos, encontrada morta no último domingo (13), em Saquarema, foi assassinada. A idosa estava desaparecida desde a quarta-feira anterior (9), quando saiu para fazer compras na localidade de Bacaxá. 

Segundo o laudo inicial do IML, Marilza foi morta por asfixia causada por esganadura. Um estudo detalhado da perícia será entregue à delegacia de Saquarema, onde o caso foi registrado. A família agora aguarda os esclarecimentos das autoridades policiais para saber as circunstâncias da morte, bem como os culpados e a motivação dos crimes. 

Antes mesmo de encontrarem o corpo da idosa, em um matagal no bairro Rio de Areia, parentes já questionavam a polícia pela falta de informações durante o período em que procurava notícias. De acordo com a familia, todos os avanços obtidos foram conseguidos por meios próprios, inclusive imagens do mercado onde a idosa esteve. Com a morte de Marilza, a busca agora é por respostas. A página do Instagram (@marilzadesaparecida) criada para buscar pistas continua ativa, agora para cobrar uma solução.  

 Neste momento, precisamos entender o que de fato aconteceu. Independente de qualquer coisa, há um crime que precisa ser investigado e os criminosos presos. Outras Marilzas poderão desaparecer e morrer. Queremos entender como ela foi parar nesta propriedade particular fechada, com sem roupas, sem documentos pessoais, cartões e dinheiro, morta. Precisamos deter quem fez isso desabafa Tatiane Sandes, sobrinha da vítima.

Em nota, a Polícia Civil disse que tão logo o desaparecimento foi comunicado pela família, o protocolo investigativo foi implementado pela 124ª DP (Saquarema). Diligências foram realizadas a fim de localizar a idosa. A unidade aguarda o laudo da necropsia e a investigação está em andamento para elucidar o caso.

* Com informações da Folha dos Lagos

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content